Günter Wand: diferenças entre revisões

165 bytes removidos ,  16h04min de 20 de dezembro de 2011
m
Em 1982, Wand tornou-se maestro chefe da [[Orquestra Sinfónica da WDR de Colónia]]. Com a orquestra, ele gravou os ciclos sinfônicos completos de Beethovem e Johannes Brahms, como também trabalhos de Mozart, [[Pyotr Ilyich Tchaikovsky]], [[Claude Debussy]], Schumann e [[Franz Schubert]]. Ele também gravou as sinfonias 3 e 9 de [[Anton Bruckner]].
 
Em janeiro de 1982, Wand conduziu a [[Orquestra Sinfônica da BBC]] pela primeira vez<ref name="Ponsonby">{{cite news | author=Robert Ponsonby | title=Günter Wand | url=http://www.independent.co.uk/news/obituaries/gatildefrac14nter-wand-729754.html | work=The Independent | date=2002-02-16 | accessdate=2008-09-07}}</ref> e foi apontado como principal maestro convidado da orquestra no mesmo ano. Wand foi notável pelas suas consideráveis horas de ensaio e no mínimo de 5 ou 8 ensaios sobre qualquer obra, para seus concertos em Londres<ref name="Drummond"/><ref name="Ponsonby"/> For his first appearance with a US orchestra, the [[Chicago Symphony Orchestra]] in 1989, he asked for and received 11 hours of rehearsal time.<ref name="Kozinn"/>. Para sua primeira apresentação com uma orquestra americana, a Orquestra Sinfônica de Chicago em 1989, ele pediu mais ensaios e acabou recebendo 11 horas de ensaios. Wand subconsequentemente gravou a Sinfonia n.1 de Brahms, com a [[Orquestra Sinfônica de Chicago]].
 
Um dos momentos mais célebres do fim da carreira de Wand foram suas aparições anuais com a [[Filarmônica de Berlim]], conduzindo as sinfonias de Bruckner e a "Inacabada" e a "Grandiosa" de Schubert (todas entre 1995 e 2001).
1 762

edições