Diferenças entre edições de "Camargo Guarnieri"

30 bytes adicionados ,  05h15min de 4 de janeiro de 2012
Testemunha deste novo papel é a organização do livro ''150 anos de música no Brasil (1800-1950)'' escrito por Luiz Heitor, e publicado pela Editora José Olímpio. O livro se tornou a principal referência de História da Música no Brasil, e dedicou um capítulo exclusivo a Guarnieri.
 
A década de 1950 também marca o início do que vai ficar conhecido como ''Escola Paulista'' - com Camargo Guarnieri tornando-se um dos principais professores de composição no país. Entre seus alunos destacaram-se os nomes de [[Osvaldo Lacerda]], [[Lina Pires de Campos]], [[Marlos Nobre]], [[Almeida Prado]], [[Villani-Côrtes]], [[Nilson Lombardi]], [[Maria José Carrasqueira]].
 
Entre janeiro de 1956 e janeiro de 1961 o compositor exerceu o cargo de Assessor Artístico-Musical do Ministério da Educação, durante a gestão de [[Clóvis Salgado]], no governo de [[Juscelino Kubitschek]].
Utilizador anónimo