Abrir menu principal

Alterações

21 bytes removidos, 16h13min de 13 de janeiro de 2012
O termo "cotia", na acepção de animal, não é aceito pela Academia Brasileira de Letras.
| binomial_autoridade = [[Carolus Linnaeus|Linnaeus]], 1766
}}
A '''cutia''' (''Dasyprocta aguti''), também conhecida como '''acuchi''', '''acouti''', '''aguti''', '''acuti''' e '''cotiaacuti'''<ref>FERREIRA, A. B. H. ''Novo Dicionário da Língua Portuguesa''. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p. 515</ref>, é um [[mamífero]] [[roedores|roedor]] da família Dasiproctidae, gênero ''Dasyprocta'', de pequeno porte, medindo entre 49 e 64 centímetros. Sete espécies de cutias habitam o território [[brasil]]eiro.
== Etimologia ==
O termo "cutiaCutia" é originário do termo [[Língua tupi|tupi]] para o animal: ''aku'ti''<ref>FERREIRA, A. B. H. ''Novo Dicionário da Língua Portuguesa''. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p. 515</ref>.
== Descrição ==
As cutias têm apenas vestígio de [[cauda]], extremidades anteriores bem mais curtas que as posteriores, e [[pé]]s compridos com cinco [[dedo]]s, sendo três desenvolvidos, com [[unha]]s cortantes equivalentes a pequenos [[casco (navio)|casco]]s e o quinto dedo muito reduzido. [[herbívoro|Herbívoras]], as cutias se alimentam de [[semente]]s e [[fruto]]s. Costumam fazer uma coleta cuidadosa na época de abundância para utilização em épocas de escassez. Sua coloração é variável entre as [[espécie]]s.