Diferenças entre edições de "Eu e a Moto"

340 bytes adicionados ,  15h39min de 17 de janeiro de 2012
m (Adicionando "1972 na televisão" (usando HotCat))
*''Eu e a moto'' tinha o argumento de Roberto Freire a partir de relatos de [[psicotransterapia]] em seu consultório. Prestes a estrear, a emissora decidiu não apresentar a telenovela e o Sindicato Paulista dos Artistas interveio. A telenovela foi apresentada, mas saiu do ar antes do previsto.
*Roberto Freire explicou esse fato em entrevista que deu à [[revista Amiga]] de [[10 de outubro]] de 1972. Amaral Gurgel acabou processando a emissora dos Machado de Carvalho, que eram os donos naquela época.
As locações externas eram feitas aos redores da TV Record na Av. Miruna, em Moema, São Paulo, fazendo uso de figurantes que eram moradores locais, como Armando Pereira e Rogerio Pischini, crianças constantes em episódios da novela. Várias cenas também foram rodadas na Chácara Paulo de Carvalho, existente na época na Av. Imarés.
 
=={{Ligações externas}}==
Utilizador anónimo