Lei de Stefan–Boltzmann: diferenças entre revisões