Diferenças entre edições de "Astronomia"

44 bytes adicionados ,  00h53min de 10 de fevereiro de 2012
sem resumo de edição
(Alterada a hierarquia da seção ''Dia do Astrônomo''.)
[[Ficheiro:Starsinthesky.jpg|thumb|[[Estrela|Formação estrelar]] na [[Grande Nuvem de Magalhães]], uma [[galáxia irregular]].]]
{{ver desambig|o asteroide|1154 Astronomia|a disciplina estudada no universo de Harry Potter|Disciplinas de Hogwarts#Astronomia}}
[[Ficheiro:Moon Dedal crater.jpg|250px|thumb|'''Astronomia lunar:''' o [[lado oculto da Lua]]. A grande bacia mostrada é a ''[[Cratera Daedalus]]''. Ela cobre cerca de 93 quilômetros e foi fotografada pela tripulação da [[Apollo 11]] enquanto circundavam a [[Lua]] em [[1969]].]]
'''Astronomia''', que [[etimologia|etimologicamente]] significa "''[[lei]] das [[estrela]]s''" com origem [[Língua grega|grego]]: (άστρο + νόμος)povos que acreditavam existir um ensinamento vindo das estrelas, é hoje uma [[ciência]] que se abre num leque de categorias complementares aos interesses da [[geografia]], da [[física]], da [[matemática]] e da [[biologia]]. Envolve diversas observações procurando respostas aos fenômenos físicos que ocorrem dentro e fora da [[Terra]] bem como em sua [[atmosfera]] e estuda as origens, evolução e propriedades [[física]]s e [[química]]s de todos os objectos que podem ser observados no céu (e estão além da [[Terra]]), bem como todos os processos que os envolvem. [[Astrometria|Observações astronômicas]] não são relevantes apenas para a astronomia, mas também fornecem informações essenciais para a verificação de teorias fundamentais da [[física]], tais como a [[relatividade geral|teoria da relatividade geral]].
 
[[Ficheiro:Crab Nebula.jpg|thumb|Mosaico da [[Nebulosa do Caranguejo]], remanescente de uma [[supernova]].]]
A origem da astronomia se baseia na antiga ciência, hoje considerada [[pseudociência]] [[astrologia]], praticada desde tempos remotos. Todos os povos desenvolveram, ao observar o céu, um ou outro tipo de [[calendário]], para medir a posição dos astros em função das variações do [[clima]] no decorrer do [[ano]]. A função primordial destes calendários era prever eventos cíclicos dos quais dependia a sobrevivência humana, como a chegada das [[chuva]]s ou do [[frio]]. Esse conhecimento [[empírico]] foi a base de classificações variadas dos [[corpos celestes]]. As primeiras idéias de [[constelação]] surgiram da necessidade de memorizar o cenário de fundo e assim acompanhar o movimento dos planetas atravessarem esse [[Referencial|quadro de referência]] fixo.
 
A '''Astronomia''' é uma [[ciência natural]] que estuda [[Corpo celeste|corpos celestes]] (como [[estrelas]], [[planetas]], [[cometas]], [[Nebulosa|nebulosas]], [[Aglomerado estelar|aglomerados de estrelas]] e [[galáxias]]) e [[Fenómeno|fenômenos]] que se originam fora da [[atmosfera da Terra]] (como [[radiação cósmica de fundo]]). Ela está preocupada com a [[evolução]], [[física]], [[química]], [[meteorologia]] e [[movimento]] de objetos celestes, bem como a [[Cosmologia física|formação e o desenvolvimento do universo]].
A Astronomia é uma das poucas ciências onde [[astronomia amadora|observadores independentes]] possuem um papel ativo, especialmente na descoberta e monitoração de [[fenômeno]]s temporários. Muito embora seja a sua origem, a astronomia não deve ser confundida com [[Astrologia]], o segmento de um [[teoria|estudo teórico]] que associava os fenômenos celestes com as coisas na terra ([[marés]]) , mas que apresenta falho ao generalizar o comportamento e o destino da humanidade com as estrelas e [[estrelas errantes|planetas]]. Embora os dois casos compartilhem uma origem comum, seus segmentos hoje são bastante diferentes; a astronomia incorpora o [[método científico]] e associa observações científicas extraterrestres para confirmar algumas teorias terrenas (o [[gás|hélio]] foi descoberto assim), enquanto a única base científica da astrologia foi correlacionar a posição dos principais astros da abóboda celeste (como o [[Sol]] e a [[Lua]]) com alguns fenômenos terrestres, como o movimento das marés, o clima ou a alternância de estações.
 
A astronomia é uma das mais antigas ciências. Culturas pré-históricas deixaram registrados vários artefatos astronômicos, como o [[Stonehenge]], os montes de [[Newgrange]], os [[Menir]]. As primeiras civilizações, como os [[babilônios]], [[gregos]], [[chineses]], [[indianos]], [[iranianos]] e [[Maias]] realizaram observações metódicas do [[céu noturno]]. No entanto, a invenção do [[telescópio]] - requerida antes de astronomia para fins [[guerra|bélicos]] - foi capaz de desenvolver a ciência moderna. Historicamente, a astronomia incluiu disciplinas tão diversas como [[astrometria]], [[navegação astronômica]], [[astronomia observacional]] e a confecção de [[calendários]]. A astronomia profissional hoje é muitas vezes considerado como sinônimo de [[astrofísica]].
 
Durante o [[século 20]], o campo da astronomia profissional foi dividida em dois ramos: a astronomia observacional e a astronomia teórica. A primeira está focada na aquisição de dados a partir da observações de objetos celestes, que é então analisado utilizando os princípios básicos da física. Já a segunda é orientada para o desenvolvimento do computador ou modelos analíticos que descrevem objetos e fenômenos astronômicos. Os dois campos se complementam, com a astronomia teórica procurando explicar os resultados observacionais, bem com as observações sendo usadas para confirmar os resultados teóricos.
 
Os [[Astronomia amadora|astrônomos amadores]] têm contribuído para muitas e importantes descobertas astronômicas. A astronomia é uma das poucas ciências onde os amadores podem desempenhar um papel ativo, especialmente na descoberta e observação de fenômenos transitórios<ref>Denis Russo Burgierman e Thereza Venturoli. [http://super.abril.com.br/ciencia/astronomia-feita-casa-438101.shtml Astronomia feita em casa]. [[Superinteressante]]. Editora Abril: set 1999;</ref><ref>Carolina Cantarino. [http://www.comciencia.br/comciencia/?section=8&edicao=27&id=316 Profissionais e amadores no universo da astronomia]. ComCiência, 10/08/2007;</ref>.
 
A Astronomia não deve ser confundida com a [[astrologia]], sistema de crença que afirma que os assuntos humanos estão correlacionados com as posições dos objetos celestes. Embora os dois campos compartilhem uma origem comum, atualmente eles já estão totalmente distintos<ref>Albrecht Unsöld, Bodo Baschek e WP Brewer. ''The New Cosmos: An Introduction to Astronomy and Astrophysics''. Berlin, New York: Springer, 2001.</ref>.
 
== História ==
* [[Cronologia da astronomia]]
 
{{Referências|col = 3}}
{{referências}}
 
== {{Ligações externas}} ==
514

edições