Diferenças entre edições de "Cananeus"

788 bytes removidos ,  16h01min de 25 de fevereiro de 2012
reformando, links vermelhos já serão corrigidos
(bot: revertidas edições de LíllianPaiva ( modificação suspeita : -26), para a edição 28936610 de Yanguas)
(reformando, links vermelhos já serão corrigidos)
[[ImageImagem:Gebel el-Arak knife mp3h8791.jpg|thumb|300px|Punhal de [[Gebel el Arak]].]]
{{Reciclagem|data=Fevereiro de 2008}}
'''Cananeus''' ou '''canaanitas''' ({{lang-he|כנענים}}, [[Transliteração|transl.]] ''Kna'anim'', [[hebraico tiberiano]] ''Kənaʻănîm''), segundo a [[Bíblia]], teriam sido uma das sete divisões étnicas ou "nações" expulsas pelos [[Antigos israelitas|israelitas]] após o [[Êxodo]] (outras destas nações foram os [[Hititas na Bíblia|hititas]], [[girgaseus]], [[amoritas]], [[perisitas]], [[hivitas]] e os [[jebusitas]] (''[[Deuteronômio]]'', 7:1). Eram os habitantes do reino antigo de [[Canaã]], situado no [[Oriente Médio]], correspondendo aproximadamente ao território de [[Israel]] nos dias de hoje.
{{Parcial|data=dezembro de 2009}}
{{Sem-fontes|data=dezembro de 2009}}
[[Image:Gebel el-Arak knife mp3h8791.jpg|thumb|300px|Punhal de Gebel el Arak.]]
'''Cananeus''' ou '''canaanitas''', segundo a [[Bíblia]], eram os habitantes do reino antigo de [[Canaã]], situado no [[Oriente Médio]], correspondendo aproximadamente ao território de [[Israel]] nos dias de hoje.
 
== HistóriaNa Bíblia ==
O trecho do [[Livro do Gênesis]], na [[Bíblia hebraica]], conhecido como [[Tabela das Nações]], descreve os cananeus como descendentes de um ancestral comum chamado [[Canaã (figura bíblica)|Canaã]] ({{lang-he|כְּנַעַן}}, ''Knaan''), afirmando (Gênesis, 10:15–19):<ref>[http://www.biblegateway.com/passage/?search=Genesis+10%3A15-19&version=AA ''Gênesis'' 10:15-19] (João Ferreira de Almeida Atualizada)</ref>
''Canaã'' é um personagem [[bíblico]], filho de [[Cam]], neto de [[Noé]], ao qual se atribui a origem dos cananeus.
Cam assume importância como pai de importantes nações da antiguidade, como Cuxe ([[Núbia]]), [[Sabá]], [[Nimrod]] (importante cidade-estado suméria, mas aparentemente se referindo a toda a civilização [[Mesopotâmia|mesopotâmica]]), [[Filístia]], [[Fenícia]].
Canaã é chamada na Bíblia de: a terra, terra de Deus, terra de Canaã, terra de Israel, terra de [[Judá]], terra dos Hebreus, terra da promissão, terra de Emanuel, terra aprazível, terra boa, terra gloriosa e [[Palestina]]. A "[[Tábua das Nações]]" em [[Gênesis]] 10:19 mostra que os limites cananeus se estendiam de Sidon para Gaza na costa Leste do Mediterrâneo e interior para o vale do rio Jordão.
 
<blockquote>''"Canaã gerou a [[Sidom]], seu primogênito, e [[Hete]], e ao [[Jebuseus|jebuseu]], o [[Amorreus|amorreu]], o [[Girgaseus|girgaseu]], o [[Heveus|heveu]], o [[Arqueus|arqueu]], o [[Sineus|sineu]], o [[Arvadeus|arvadeu]], o [[Zemareus|zemareu]] e o [[Hamateus|hamateu]]. Depois se espalharam as famílias dos cananeus. Foi o termo dos cananeus desde Sidom, em direção a [[Gerar]], até [[Gaza]]; e daí em direção a [[Sodoma]], [[Gomorra]], [[Admá]] e [[Zeboim]], até [[Lasa]]."''</blockquote>
Os habitantes de Canaã, cananeus, estão referenciados como os descendentes de Cam, um dos filhos de Noé. Compunham sete nações distintas "Quando Yahweh([[Jeová]]) teu Deus te houver introduzido na terra em que estás entrando para possuí-la, e expulsado nações mais numerosas do que tu - os heteus, os gergeseus, os amorreus, os cananeus, os [[ferezeus]], os heveus e os jebuseus - sete nações mais numerosas e poderosas do que tu (…)" (Deuteronômio 7:1). O nome cananeus era a designação geral de todos os habitantes da região; em sentido mais restrito, aplica-se aos habitantes da planície de Esdraelon e planícies em volta. "Amorreus" era também uma designação geral, algumas vezes aplicada a todos os habitantes, porém mais especificamente a uma tribo que habitava ao oeste do [[Mar Morto]] que conquistara o território a leste do [[Jordão]], afastando os amonitas. "Ferezeus" e "Jebuseus" ocupavam as montanhas do Sul. "Heveus" e "heteus", grupos dispersos do poderoso reino do Norte que tinha sua capital em Carquemis, ocupavam a região do [[Líbano]]. "Gergeseus", pensa-se que habitavam a leste do mar da [[Galiléia]], embora nada se saiba ao certo sobre eles. Os limites de todos estes povos variam e em diferentes épocas ocuparam diferentes lugares. Os Cananeus são descritos pela Bíblia como grandes e poderosos; idólatras, supersticiosos, profanos e iníquos. A terra dos cananeus, Canaã, era a terra prometida para [[Abraão]] e os patriarcas como herança. Abraão residiu nesta terra e os hebreus viveram nela até um período anterior à história de José. A fome, então, retira-os de Canaã e os traz para o [[Egito]]. O povo hebreu foge do Egito no episódio conhecido como êxodo e vaga novamente para a terra que Deus lhes havia prometido, Canaã. Primeiro, sob a liderança de [[Moisés]] e depois sob a de [[Josué]], seu sucessor, que guiou os [[israelitas]] através do [[Rio Jordão]] para conquistar e ocupar finalmente esta terra dividindo-a entre as tribos.
 
O estudioso bíblico [[Richard Elliott Friedman|Richard Friedman]] argumenta que este trecho do ''Gênesis'', que mostra a origem dos cananeus, teria escrito pela hipotética [[Fonte Sacerdotal]].<ref>Friedman, Richard Elliot (1997), "Who Wrote the Bible" (Eerdmans)</ref><ref>Friedman, Richard Elliot (2005), "The Bible with Sources Revealed" (Eerdmans)</ref>
== Religião ==
A [[religião]] dos cananeus estava já bem estabelecida na [[Palestina]] antes da Conquista [[Israelita]] sendo muito elaborada em seus [[ritos]] e perfeitamente identificada com os interesses e as ambições de uma população [[agrícola]]. Era identificada com a natureza e tinha como objetivo ensinar aos homens a cooperarem e controlarem o ciclo das estações. Entre as suas muitas divindades, [[Baal]] era o seu deus principal, o "Senhor da Terra", que também era o deus do tempo atmosférico. Astarote, mulher de Baal era a personificação do princípio reprodutivo da natureza, Istar era o seu nome [[babilônico]]; [[Astarte]], seu nome grego e romano. Os templos de Baal e Astorete eram comumente próximos. Sacerdotisas eram prostitutas dos templos. [[Sodomitas]] eram homens da mesma espécie que também agiam nos templos. Existiam outros deuses cananeus e o culto a eles consistia em orgias.
 
O 'Sidom' mencionado pela Tabela como o primogênito de Canaã tem o mesmo nome que a cidade litorânea de [[Sídon]], no atual [[Líbano]]. Esta cidade dominava a costa da [[Fenícia]], e deteve a hegemonia sobre diversos grupos étnicos que pertenciam à "Terra de Canaã".
Os cananeus tinham como prática religiosa comum o sacrifício de crianças. Em escavações feitas por Macalister em Gezer, 1904-1909, foram encontradas ruínas de um "Lugar Alto", que tinha sido um [[templo]], no qual ocorria a adoração de Baal e [[Astarote]]. Sob os detritos, neste local, foram encontrados uma grande quantidade de jarros contendo despojos de crianças recém-nascidas, que haviam sido sacrificadas a Baal. A área inteira se revelou como sendo cemitério de crianças. Em [[Meggido]], [[Jericó]] e Gezer as escavações revelaram que era comum o "sacrifício dos alicerces"; quando se ia construir uma casa, sacrificava-se uma criança, cujo corpo era metido num [[alicerce]], a fim de trazer felicidade para o resto da [[família]].
 
Populações canaanitas teriam habitado, da mesma maneira:
[[Israel]] é ordenado a não fazer aliança com os cananeus, não temê-los, não se misturar com eles em [[casamento]] {{Carece de fontes|data=maio de 2010}}, não seguir sua [[idolatria]],não seguir seus [[costumes]], destruí-los sem misericórdia e destruir todos os vestígios de sua idolatria. {{Carece de fontes|data=maio de 2010}}
* os litorais do [[Mediterrâneo]] (''[[Livro de Josué|Josué]]'', 5:1), incluindo a Fenícia (''[[Livro de Isaías|Isaías]]'', 23:11) e a [[Faixa de Gaza]] ([[Filistéia]]) (''[[Livro de Sofonias|Sofonias]]'', 2:5).
* o [[Vale do Jordão]] (''Josué'', 11:3); ''[[Livro de Números|Números]]'', 13:29; ''Gênesis'', 13:12).
 
De acordo com o ''[[Livro de Jubileus]]'', a conquista israelita de Canaã, bem como a maldição, são atribuídas à sua recusa de se unir aos irmãos mais velhos nas terras de [[Ham]], além do [[rio Nilo|Nilo]], preferindo "ocupar" as terras herdadas por [[Sem]] no litoral oriental do Mediterrâneo.
 
Um dos [[613 mitzvot|613 ''mitzvot'']] (mais precisamente o de número 596) prescreve que os habitantes das cidades que formavam as seis nações cananéias, tal como mencionado em 7:1 (com a exceção dos girgaseus), deveriam permanecer vivas.
 
Enquanto a Bíblia hebraica contrapõe os canaanitas, etnicamente, aos [[antigos israelitas]], estudiosos modernos consideram o [[reino de Israel e Judá]] um subgrupo da cultura canaanita, tanto com base na [[arqueologia]] quanto na [[linguística]].<ref name="autogenerated1">Tubb, Johnathan N. (1998) "Canaanites" (''British Museum People of the Past''), p. 16</ref><ref>Mark Smith, em ''The Early History of God: Yahweh and Other Deities of Ancient Israel'', afirma: ''"Despite the long regnant model that the Canaanites and Israelites were people of fundamentally different culture, archaeological data now casts doubt on this view. The material culture of the region exhibits numerous common points between Israelites and Canaanites in the Iron I period (ca. 1200–1000 BC). The record would suggest that the Israelite culture largely overlapped with and derived from Canaanite culture... In short, Israelite culture was largely Canaanite in nature. Given the information available, one cannot maintain a radical cultural separation between Canaanites and Israelites for the Iron I period."'' (p. 6–7). Smith, Mark (2002) ''The Early History of God: Yahweh and Other Deities of Ancient Israel'', Eerdman's.</ref>
 
{{referências}}
 
[[Categoria:Canaã]]