Crates de Tebas: diferenças entre revisões

248 bytes adicionados ,  26 de março de 2012
sem resumo de edição
m (Revertidas edições por 177.16.218.225 para a última versão por FMTbot (usando Huggle))
 
Seus escritos foram poucos. De acordo com [[Diógenes Laertius]], ele foi o autor de um número de cartas com temas filosóficos; mas os existentes sob o nome de Crates são falsos, obra de retóricos posteriores. Diógenes Laertius credita a ele um curto [[poema]], e diversas [[tragédia]]s filosóficas. A vida de Crates por [[Plutarco]] está perdida. A grande importância do trabalho de Crates foi a de ele ter feito a ponte entre o [[Cinismo]] e o [[Estoicismo]], uma vez que [[Zenão de Cítio]] foi seu discípulo.
 
== Alexandre Magno ==
 
Este, tendo conhecido Crates, instou-o sobre o seu eventual anseio de ver reconstruída a sua cidade natal.
Crates respondeu: - Para que é que a vais reconstruir? Provavelmente outro Alexandre virá para a arrasar de novo.
 
{{Biografias}}
Utilizador anónimo