Diferenças entre edições de "Ebla"

94 bytes adicionados ,  19h35min de 10 de abril de 2012
Ajustes
(Ajustes)
'''Ebla''' (Em árabe: عبيل، إيبلا) foi uma antiga cidade localizada no norte da [[Síria]], a cerca de 55 km, a sudoeste de [[Aleppo]]. Foi uma importante cidade-estado em dois períodos: em inícios do [[Terceiro milénio a.C.|3º milênio a.C.]], e novamente entre [[-1800|1800]] e [[-1650|1650]] a.C.
 
O lugar é atualmente conhecido como Tell Mardikh, e é famoso principalmente pelas 15aproximadamente 20.000 tabuinhas, aprox., ali encontradas. Escrita cuneiforme|tabuinhas [[cuneiforme|tabuinhas]]s ali encontradas, datadas por volta de 2250 a.C., em línguasescrita [[língua suméria|suméria]] e representando a língua [[língua eblaíta|eblaíta]]; uma língua até então desconhecida que hoje é conhecida como a mais antiga [[línguas semíticas|língua semítica]], com exceção da [[língua acádia]].
 
== Descoberta e escavação ==
A principal ligação entre Ebla e a região sul da [[Mesopotâmia]], onde surgiu a escrita, estabelece outras ligações entre as culturas sumérias e semíticas que certamente já existiam antes do aparecimento dos primeiros textos na [[Suméria]], em 3000 a.C. Listas de vocábulos foram encontradas nas tabuinhas, permitindo que fossem traduzidas.
 
Acredita-se atualmente que o lugar em que as tabuinhas foram escritas não foi a biblioteca do palácio, que ainda dever ser descoberto, mas um arquivo de provisões e tributos, questões legais e contatos diplomáticos e comerciais, e um local onde aprendizes copiavam textos. As tabuinhas maiores foram originalmente guardadas em estantes, mas que foram derrubadas quando o palácio foi destruído. A descoberta desse local permitiu aos escavadores de reconstruir sua posição original nas estantes: parece que elas eram catalogadas por tema.
 
== Ebla no terceiro milênio a.C. ==
 
== Ebla no segundo milênio a.C. ==
Muitos sículosséculos depois de sua destruição pelos [[acádio]]s, Ebla procurou recobrar um pouco de sua importância, e teve um segundo apogeu entre 1850 a.C. e 1600 a.C., aproximadamente. Seus habitantes são conhecidos como amorreus; Ibbit-Lim foi o primeiro rei.
 
Ebla é mencionada em textos de Alalakh por volta de 1750 A.C. A cidade foi destruída no turbulento período de 1650 a.C. por um rei hitita (Mursili I ou Hattusili I).
22 741

edições