Diferenças entre edições de "Anticonsumismo"

1 356 bytes removidos ,  10h55min de 14 de abril de 2012
m
Revertidas edições por 217.129.220.211 para a última versão por Luckas-bot (usando Huggle)
m (Revertidas edições por 217.129.220.211 para a última versão por Luckas-bot (usando Huggle))
'''Anticonsumismo''' - é uma [[crítica]] ao [[consumismo]] industrial, onde o [[indivíduo]] é conduzido a achar que é preciso consumir cada vez mais sem se questionar pra que, ou dos efeitos de tal prática. Em uma [[sociedade]] consumista, e o individuo é condicionado a se encontrar nas coisas.
O [[consumismo]] é fruto de um sistema industrial, e esse sistema não olha de forma ampla os motivos de sua [[produção]], de olho apenas no [[lucro]], não importando com o desequilibrío ecológico, [[Desigualdade social|diferenças sociais]] a degradação cultural e intelectual. A [[mídia]] tem um papel fundamental nesse caso, ela é a anunciadora. Ao contrário do que muitos acham, ela não é neutra, as emissoras de [[TV]]s, [[rádio]]s e as grandes cidades onde se produz [[filme]]s como [[Hollywood]], tem patrões, e seguem suas ordens, influênciando todo o tempo, e em todos os lugares o [[consumo]]. Pode-se chamar tudo isso de [[alienação]] de consumo. E entendendo essa alienação de consumo, achamos o conjuntor do pensar industrial com o pensar social, que resulta nas práticas e culturais de nossa [[sociedade]].
"Os portugueses são mais consumistas do que os holandeses." O tom da frase mostra que Rita do Vale não tem sombra de dúvida. Sabe do que fala, porque viveu durante quatro anos na Holanda. Foi lá que fez a sua tese de doutoramento, na universidade de Tilburg, no Sul do país, justamente sobre comportamentos dos consumidores.
 
A sua tese não incidiu nestas comparações. O trabalho que fez centrou-se sobre os comportamentos de autocontrolo no consumo. Mas quatro anos dão para ver as diferenças a este nível. "Os portugueses preocupam-se muito com a sua imagem e consomem produtos de marca em carros e roupa, o que ajuda a explicar o elevado nível de endividamento das famílias portuguesas.
 
"Os holandeses não estão preocupados com a imagem exterior. Isso vê-se, por exemplo, nos centros comerciais deles, que são muito menos vistosos do que os de cá".
 
O que consomem então os holandeses? "Sobretudo viagens". Um perfil que agradou à bolseira de doutoramento que Rita do Vale foi durante quatro anos na Holanda.
 
O regresso a Portugal, no final de 2006, foi um misto de entusiasmo e expectativa, por voltar ao país, à família e aos amigos, e alguma dificuldade de adaptação a todo esse universo que, afinal, já não era exactamente o mesmo. "É quase como voltar a um país estrangeiro que se conhece bem", diz a investigadora.
 
==Ligações externas==