Roberto Ivens: diferenças entre revisões

510 bytes adicionados ,  10h05min de 17 de abril de 2012
Caixa+imagem
m (adicionou Categoria:Mortos em 1898 usando HotCat)
(Caixa+imagem)
{{Info/Biografia
[[Ficheiro:Capelo and Ivens.jpg|thumb|Roberto Ivens (de pé) com [[Hermenegildo Capelo]] em [[Iaca]].]]
|nome =Roberto Ivens
|imagem =Roberto_Ivens.jpg
|imagem_tamanho =200px
|legenda =
|nome_completo =
|data_nascimento ={{dni|12|7|1850|}}
|local_nascimento=
|data_morte ={{falecimento e idade|28|1|1898|12|7|1850|}}
|local_morte =
|nome_mãe =
|nome_pai =
|nacionalidade ={{PORb}} [[Portugal|Português]]
|cidadania =
|ocupação =explorador
|magnum_opus =
|prêmios =
|website =
|assinatura =
}}
 
 
'''Roberto Ivens''' ([[São Pedro (Ponta Delgada)|São Pedro]], [[12 de julho]] de [[1850]] – [[Cruz Quebrada - Dafundo|Dafundo]], [[28 de janeiro]] de [[1898]]), filho de pai [[Inglaterra|inglês]] e de mãe [[Açores|açoriana]], foi um oficial da Armada, administrador colonial e explorador do [[continente africano]], [[Portugal|português]].
 
 
===As explorações africanas===
 
[[Ficheiro:Capelo and Ivens.jpg|thumb|Roberto Ivens (de pé) com [[Hermenegildo Capelo]] em [[Iaca]].]]
 
Ao regressar a Lisboa, soube do plano governamental de exploração científica no interior africano, destinado a explorar os territórios entre as províncias de Angola e Moçambique e, especialmente, a efectuar um reconhecimento geográfico das bacias hidrográficas do Zaire e do Zambeze. Foi, de imediato, oferecer-se para nela tomar parte. Como, porém, a decisão demorasse, pediu para ir servir na estação naval de Angola. Aproveitou esta estadia para fazer vários reconhecimentos, principalmente no rio Zaire, levantando uma planta do rio entre Borud e Nóqui.
 
502

edições