Diferenças entre edições de "Pero"

1 884 bytes adicionados ,  13h03min de 24 de abril de 2012
Expandindo e referenciando com base em Pseudo-Apolodoro. Tem mais dos outros autores. {{falta-árvore-genealógica}}
m (Nome da avó materna (Higino). Ainda {{falta-árvore-genealógica}})
(Expandindo e referenciando com base em Pseudo-Apolodoro. Tem mais dos outros autores. {{falta-árvore-genealógica}})
 
== Família ==
Seu pai, [[Neleu]], era filho de [[Tiro (mitologia)|Tiro]] e [[Posidão]].<ref name="apolodoro.1.9.8">[[Pseudo-Apolodoro]], ''[[Biblioteca (Pseudo-Apolodoro)|Biblioteca]]'', 1.9.8 [http://www.theoi.com/Text/Apollodorus1.html <nowiki>[em linha]</nowiki>]</ref> Sua mãe, [[Clóris (filha de Anfião)|Clóris]], era filha de [[Anfião]] <ref name="apolodoro.1.9.9">[[Pseudo-Apolodoro]], ''[[Biblioteca (Pseudo-Apolodoro)|Biblioteca]]'', 1.9.9</ref><ref name="higino.9" /> [[Níobe]].<ref name="higino.9">[[Higino]], ''[[Fabulae]]'', IX, ''Níobe''[http://www.theoi.com/Text/HyginusFabulae1.html <nowiki>[em linha]</nowiki>]</ref>
 
Neleu e [[Clóris]] tiveram uma filha, Pero, e vários filhos: ''Taurus'', ''Asterius'', ''Pylaon'', ''Deimachus'', ''Eurybius'', ''Epilaus'', ''Phrasius'', ''Eurymenes'', ''Evagoras'', ''Alastor'', [[Nestor]] e ''Periclymenus''.<ref name="apolodoro.1.9.9" /> Quando [[Héracles]] atacou Pilos, ''Periclymenus'' transformou-se em leão, cobra e abelha, mas foi morto por [[Héracles]], junto com os outros filhos de Neleu, exceto [[Nestor]], que estava vivendo entre os ''generians''.<ref name="apolodoro.1.9.9" />
 
== Casamento ==
Bias, seu pretendente, era parente de Neleu; ele era filho de ''Amythaon'' e [[Idomene (filha de Feres)|Idomene]], filha de [[Feres]]; Feres era filho de Tiro e [[Creteu]].<ref name="apolodoro.1.9.11">[[Pseudo-Apolodoro]], ''[[Biblioteca (Pseudo-Apolodoro)|Biblioteca]]'', 1.9.11</ref>
 
Como havia vários pretendentes a Pero, Neleu decidiu que ela se casaria com quem trouxesse para ele o gado de ''Phylacus'', que era guardado por um cão que não deixava nem homem nem animal chegar perto. Bias pediu ajuda a seu irmão [[Melampo]], que previu que seria pego ao tentar roubar o gado e seria mantido prisioneiro por um ano. De fato, isto aconteceu, e, próximo do final do período, Melampo ouviu os vermes que comiam a madeira falando que eles já tinham comido quase tudo; ele pediu para ser transferido de cela, e, quando a cela desabou, ''Phylacus'' ficou muito admirado dele. Percebendo que Melampo era um adivinho, ''Phylacus'' perguntou como seu filho, ''Iphyclus'', poderia ter um filho. Melampo pediu, como preço, o gado, e, após haver feito ''Iphyclus'' ter um filho, Podarces, recebeu o gado, levou-o para [[Pilos]] e recebeu Pero para ser esposa de seu irmão.<ref name="apolodoro.1.9.11" />
 
Melampo conseguiu, ao curar as mulheres de Argos de uma loucura causada por [[Dionísio]], que o reino fosse dividido em três, recebendo uma parte para si e outra para Bias.<ref name="apolodoro.1.9.11" />
 
== Descendentes ==
Pero e Bias foram os pais de [[Talau]], que se casou com [[Lisímaca]], filha de [[Abas, filho de Melampo]], e teve vários filhos, [[Adrasto]], [[Partenopeu]], ''Pronax'', [[Mecisteu]], [[Aristômaco (filho de Talau)|Aristômaco]] e [[Erifila]].<ref name="apolodoro.1.9.12">[[Pseudo-Apolodoro]], ''[[Biblioteca (Pseudo-Apolodoro)|Biblioteca]]'', 1.9.12</ref>
 
{{referências}}
59 779

edições