Abrir menu principal

Alterações

130 bytes adicionados, 11h16min de 30 de abril de 2012
Correção da origem de um documento; substituir "autorização" por "comunicação"; e pequenos ajustes
Em Portugal, o direito de reunião está consagrado na [[Constituição da República Portuguesa]] no seu artigo 45º. Este artigo garante aos cidadãos portugueses o direito de se reunirem pacificamente (não podem reunir-se aramados) não necessitando para tal de autorização.
 
O direito à manifestação também está previsto na [[Constituição]] de [[Portugal]]. É regulado pelo [http://www.gov-civil-lisboadre.pt/legislacaopdf1sdip/1974/08/20101/4067400020003.pdf Decreto-Lei n.º 406/74 de 29 de Agosto]. As manifestações carecemcarecia de autorizaçãocomunicação doprévia ao [[Governo Civil]](exceto ouno docaso de Lisboa e Porto), mas a partir da extinção destes é ao presidente da [[Câmara Municipal]] que é devida essa comunicação. No entanto, aas autorização sómanifestações podepodem ser negadaproibidas se se considerar, quecom asbase manifestaçõesem elementos comprováveis, que são contrárias à [[lei]], à [[moral]], à ordem pública e aos direitos das pessoas colectivas e singulares.
 
[[Categoria:Direitos humanos]]
42

edições