Diferenças entre edições de "Jangada"

1 113 bytes adicionados ,  18h36min de 21 de maio de 2012
bot: revertidas edições de 186.215.145.198 ( modificação suspeita : -89), para a edição 30252929 de Mvdiogo
(bot: revertidas edições de 186.215.145.198 ( modificação suspeita : -89), para a edição 30252929 de Mvdiogo)
'''Jangada''' é uma [[embarcação]] de [[madeira]] utilizada por [[pesca]]dores artesanais da [[Região Nordeste do Brasil]].
 
A forma da jangada incorpora uma série de interessantes avanços da ciência artesanal [[Neolítico|neolítica]] - que realizava experimentos diretos, nos materiais e a partir dos fenômenos presenciados, em "projetos de pesquisa" totalmente guardados na memória dos artesãos.
 
Em especial sua [[vela]] triangular envolve uma série de efeitos avançados, relacionados à dinâmica dos fluidos. Também conhecida como "vela latina", ela permite navegar contra o [[vento]], aproveitando a diferença de pressão do ar, que se forma entre sua "face externa" (aquela que se torna convexa pela pressão interna do vento) e sua "face interna" (aquela que se torna côncava, lado em que se posta o navegante). As grandes embarcações também usaram a vela latina, mas de modo limitado, pois o seu emprego bem sucedido depende crucialmente da presença do navegante, que deve estar atento aos movimentos do vento: as diferenças de pressão são ativamente manipuladas por todo o tempo de navegação contra o vento. Os mesmos princípios são usados para manter os aviões no ar, graças à geometria de suas asas.
 
No caso da jangada, há uma graciosa curva quase-parabólica na parte superior do triângulo, e outra mais estendida e curta, abaixo. Essa assimetria se deve à altura de manipulação do [[mastro]], que gira suavemente - dessa vez usando o princípio mecânico da [[alavanca]] - em torno de seu eixo.