Lista das universidades mais antigas do mundo: diferenças entre revisões

Desfeita a edição 30410504 de 151.41.141.177
(Desfeita a edição 30410570 de 151.41.141.177)
(Desfeita a edição 30410504 de 151.41.141.177)
Esta é uma lista das universidades mais antigas do mundo e que ainda estão em operação.<ref>Bender, Thomas (1991), The university and the city: from medieval origins to the present, Oxford: Oxford University Press, pp. 13-14, ISBN 9780195067750, "The statement that all universities are descended either directly or by migration from these three prototypes [Oxford, Paris, and Bologna] depends, of course, on one's definition of a university. And I must define a university very strictly here. A university is something more than a center of higher education and study. One must reserve the term university for—and I'm quoting Rashdall here—"a scholastic guild, whether of masters or students, engaged in higher education and study," which was later defined, after the emergence of universities, as studium generale.</ref><ref>Esta é uma lista das mais antigas universidades do mundo que sobrevivem hoje. Para determinar quais as instituições listadas aqui, é necessário estabelecer o conceito da faculdade. Geralmente, considera-se que a concessão de diplomas ou graus é um dos determinantes. Como resultado, este conceito exclui as instituições chinesas, como a Universidade de Nanquim (Nanjing imperial Institute), que ainda existe, foi fundada em 259, uma vez que não fornecem "graduação" no sentido mais estrito, mas que preparado os alunos para testes padronizados que estão sendo feitos pelo Estado para alcançar um grau ou posição oficial. | William J. Courtenay, Jürgen Miethke, David B. Priest. Universities and Schooling in Medieval Society. Brill Academic Publishers, 2000. ISBN 90-04-11351-7. Page 96.</ref>
 
Da mesma forma, você deve questionar a adequação das instituições medievais dos países árabes (madrassas) na lista, porque a instituição não conceder um "diploma" ou "graduação". A licença assinado um professor em seu próprio nome, não a instituição, que o estudante completou a sua formação com uma coleção de licenças para professores, mas não da instituição como tal.</ref>
 
{| class="wikitable"
75

edições