Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 05h44min de 9 de junho de 2012
sem resumo de edição
| mapa =
}}
O '''egípcio''', é a língua nativa extinta do [[Egito]] e um ramo da família de [[línguas afro-asiáticas]]. Há registros escritos da língua egípcia que têm sido datados em cerca de 3400 a.C,<ref>[http://query.nytimes.com/gst/fullpage.html?res=9800E6D7153DF935A25751C1A96E958260&n=Top%2FReference%2FTimes%20Topics%2FSubjects%2FR%2FReading%20and%20Writing%20Skills]</ref> tornando-a uma das mais antigas línguas registradas conhecidas mais antigas. O egípcio foi falado até o final do século XVI d.C. na forma do [[língua copta|copta]]. A [[língua nacional]] do [[Egito]] moderno é o [[língua árabe egípcia|árabe egípcio]], que gradualmente substitutiu o copta como a língua cotidiana nos séculos após a [[invasão muçulmana do Egito|conquista muçulmana do Egito]]. O copta ainda é usado como a língua [[liturgia|litúrgica]] da [[Igreja Ortodoxa Copta|igreja copta]]. Ela supostamente tem alguns falantes nativos atualmente.<ref>A língua deve ter sobrevivido em bolsões isolados no Alto Egito até o século XIX de acordo com ''When did Coptic become extinct?'', de James Edward Quibell in: Zeitschrift für ägyptische Sprache und Altertumskunde, 39 (1901), p. 87).</ref><ref name="Daily Star Egypt">[http://www.dailystaregypt.com/article.aspx?ArticleID=106 Daily Star Egypt. 23 January 2007]</ref>
 
== Períodos ==
O egípcio escrito na forma de símbolos e sinais são datados até 3200 a.C. Estes antigos textos são geralmente agrupados sob o termo "egípcio arcaico".
 
Em 1999, a ''Archaeology Magazine'' relatou que os mais antigos hieróglifos egípcios datam de antes de 3400 a.C. os quais "...desafiam a crença geramentegeralmente mantida de que as primeiras palavras escritas, símbolos pictográficos representando um lugar específico, objeto ou quantidade, primeiro evoluíram para símbolos fonéticos mais complexos na Mesopotâmia."
 
O egípcio antigo foi falado por cerca de 500 anos, a partir de cerca de 2600 a.C. O egípcio médio foi falado de cerca de 2000 a.C. em diante quando o egípcio antigo surgiu; o egípcio médio, todavia, sobreviveu até os primeiros séculos depois de Cristo como uma língua escrita, similar ao uso do [[língua latina|latim]] durante a Idade Média e ao árabe clássico atualmente. O [[egípcio demótico]] apareceu inicialmente em cerca de 650 a.C. e sobreviveu como língua falada até o século V d.C. O [[língua copta|egípcio copta]] apareceu no século IV d.C. e sobreviveu como uma língua viva até o século XVII d.C., quando acadêmicos europeus viajaram ao Egito para aprendê-la com os falantes nativos durante o [[Renascimento]]. Ela provavelmente sobreviveu no interior do Egito como uma língua falada por vários séculos após isso. O dialeto bohairico do copta ainda é usado pelas igrejas cristãs egípcias.
 
As formas do egípcio antigaantigo, médiamédio e tardiatardio foram todas escritas usando-se [[hieróglifo]]s e [[hierático]]. O demótico foi escrito usando-se uma escrita derivada do hierático; sua aparência é vagamente similar à moderna escrita árabe e também é escrita da direita para a esquerda (embora as duas não sejam relacionadas). O copta é escrito usando-se o [[alfabeto copta]], uma forma modificada do [[alfabeto grego]] com vários símbolos emprestados do demótico para sons que não ocorriam no [[língua grega antiga|grego antigo]].
 
O árabe se tornou a língua da administração política do Egito logo após a conquista árabe no século VII, e gradualmente substituiu o copta como a língua falada pelo povo. Atualmente, o copta sobrevive como a língua litúrgica da [[Igreja Ortodoxa Copta]] e da Igreja Católica Copta.
Utilizador anónimo