Abrir menu principal

Alterações

1 336 bytes adicionados ,  00h02min de 30 de junho de 2012
sem resumo de edição
 
Além disso, "Dani California" foi a segunda canção na história a estrear em primeiro na parada [[Hot Modern Rock Tracks]]<ref name="billboard">{{Citar web|url=http://www.billboard.com/bbcom/retrieve_chart_history.do?model.vnuArtistId=5507&model.vnuAlbumId=815996|titulo=Red Hot Chili Peppers: Artist Chart History|acessodata=2007-06-03|publicado=[[Billboard]]}}</ref>. A música ganhou dois [[Grammy Awards]], nas categorias "Melhor Canção de Rock" e "Melhor Performance Por um Duo ou Grupo de Rock com Vocal"<ref name="grammy">{{Citar web|url=http://www.grammy.com/GRAMMY_Awards/49th_Show/list.aspx|titulo=49th Annual Grammy Awards - Red Hot Chili Peppers|acessodata=2007-06-03|publicado=[[Grammy]]}}</ref>. Também ganhou como o "Melhor Clipe".
 
== Origens e Personagem ==
 
Na música, se lamenta a morte de Dani, uma garota que eventualmente viveu na Califórnia, virou mãe e teve uma vida difícil e instável. O compositor Anthony Kiedis comentou que a personagem é uma composição de todas as mulheres com quem ele já teve relações. A música narra boa parte da vida de Dani, desde seu nascimento no Mississipi e aparentemente culminando com seu assassinato por um homem da Dakota do Norte, a caminho do Minnesota.
Dani apareceu pela primeira vez em 1999 na música "Californication", nos versos "Teenage bride with a baby inside/Gettin' high on information" (Uma noiva grávida adolescente/se drogando com informação). Ela foi mencionada novamente em 2002, no single "By the Way": "Dani, the girl/is singing songs to me/beneath the marquee/overload" (Dani, a garota/está cantando músicas para mim/debaixo da marquise/lotada). Sobre "Dani California", Kiedis diz: "Quando fizemos esse ritmo, percebi que era o lugar perfeito para contar uma história. Então meio que se revelou para mim que sempre foi o mesmo personagem, apenas se desenvolvendo. Inicialmente, eu não percebi que estava escrevendo sobre a mesma garota."
O solo de guitarra de um minuto no final de música, por John Frusciante, é uma adaptação da introdução de "Purple Haze", de Jimi Hendrix.
 
== Plágio ==
Utilizador anónimo