Diferenças entre edições de "Jornalismo de turismo"

62 bytes removidos ,  00h01min de 4 de setembro de 2006
sem resumo de edição
==Temas==
As pautas do Jornalismo de Turismo incluem a cobertura de eventos (festas, eventos típicos, folclore, cerimônias públicas, culturais ou religiosas, feiras, congressos, inaugurações de estabelecimentos), as instituições que geram produtos e fatos (hotéis, parques de diversões, agências de turismo, transportadoras, companhias aéreas, operadoras de cruzeiros), as políticas públicas para a área (ministérios, secretarias) e o dia-a-dia do setor.
Mais para isso
 
==Fontes==
Como na maior parte das especializações jornalísticas, as fontes de Turismo são divididas entre protagonistas (agentes de turismo, empresários do ramo), autoridades (ministros, secretários, diretores de órgãos públicos, diplomatas, alfândegas, polícias), especialistas (pesquisadores) e usuários (turistas).
jornalismo é chato
 
==Jornalismo de Turismo no Brasil==
 
As editorias de turismo dos principais jornais diários brasileiros são chamadas de "'''Viagem'''" no ''[[Jornal do Brasil|JB]]'', "'''Turismo'''" na ''[[Folha de S.Paulo]]'', "'''Turismo'''" em ''[[O Estado de S.Paulo]]'', "'''Boa Viagem'''" em ''[[O Globo]]'', "'''Turismo'''" em ''[[O Dia]]'', "'''Viagem'''" no ''[[Zero Hora]]'', "'''Turismo'''" no ''[[Estado de Minas]]'', "'''Viagem'''" no ''[[Diário de Pernambuco]]'', "'''Turismo'''" no ''[[Correio Braziliense]]'' e "'''Turismo'''" na ''[[Gazeta do Povo]]''.
vai tomar no cu todo mundo
 
==Jornalismo de Turismo em Portugal==
Utilizador anónimo