Diferenças entre edições de "Paço Ducal de Vila Viçosa"

1 byte adicionado ,  15h12min de 16 de julho de 2012
 
== Obras de D.Teodósio I ==
O 5º Duque, [[Teodósio I de Bragança|D.Teodósio I]], nomeado Condestável do Reino, em [[1535]], conseguiu negociar o casamento da sua irmã [[Isabel de Bragança|D.Isabel]] com o Infante [[Duarte, InfanteDuque de PortugalGuimarães|D.Duarte]] (irmão do Rei [[João III de Portugal|D.João III]]). Aproveitando a necessidade de ampliar o Palácio para as faustosas festas do matrimónio real, em [[1537]], o Duque mandou construir a imponente fachada do palácio, revestida a mármore, ao gosto italiano, que hoje podemos admirar.
 
== ''Casa de férias'' dos Reis da Dinastia de Bragança ==
O Palácio conheceu ainda várias obras e melhoramentos até [[1640]], data em que o Duque de Bragança foi feito [[Rei]], levando grande parte do seu notável recheio para o [[Palácio da Ribeira]], em [[Lisboa]]. Doravante, o Palácio de Vila Viçosa seria apenas uma residência de caça e recreio para a família dos seus proprietários, agora senhores do trono de Portugal. D.João IV manteve porém a independência da Casa de Bragança relativamente à Coroa, destinando-a para morgadio do herdeiro do trono. No [[século XVIII]], [[João V de Portugal|D.João V]] fez ainda alguns melhoramentos (capela, cozinha e pavilhão dos quartos novos), na sequência das suas visitas a Vila Viçosa, nomeadamente para a chamada troca das princesas (casamento do príncipe [[José I de Portugal|D.José]] com uma [[Mariana de Espanha|Infanta de Espanha]] e do [[Fernando VI de Espanha|Príncipe das Astúrias]] com a Infanta [[Maria Bárbara de Bragança|D.Maria Bárbara]]), ocorrida na fronteira do [[Caia]], em [[1729]]. Também [[Maria I de Portugal|D.Maria I]] fez ainda alguns melhoramentos, acrescentando o corpo das Salas de Jantar e dos Vidros. Finalmente, no final do [[século XIX]], o velho Paço seria ainda objecto de algumas obras, fruto da predilecção que os Reis [[Carlos I de Portugal|D.Carlos]] e [[Amélia de Orleães|D.Amélia]] tinham por ele. D.Carlos apreciava muito o Palácio calipolense, aqui passando largas temporadas, quando promovia com os seus amigos (raramente trouxe convidados oficiais a Vila Viçosa) grandes caçadas na extensa [[Tapada ducal de Vila Viçosa|Tapada Ducal]].
Utilizador anónimo