Diferenças entre edições de "Fundação de Serralves"

39 bytes adicionados ,  23h22min de 17 de julho de 2012
m
clean up e ajustes/correções utilizando AWB
m
m (clean up e ajustes/correções utilizando AWB)
Originalmente espaços de habitação, privados e exclusivos, a Casa e o Parque são a expressão do desejo e a realização do sonho de Carlos Alberto Cabral ([[1895]]-[[1968]]), 2º Conde de Vizela.
 
== Casa ==
{{artigo principal|[[Casa de Serralves]]}}
Concluída em 1940, a Casa de Serralves foi mandada construir pelo segundo Conde de Vizela, Carlos Alberto Cabral. Até à abertura do Museu de Arte Contemporânea, em 1999, a Casa de Serralves acolhia as exposições realizadas pela Fundação. O edifício, cujo projecto final é da autoria do arquitecto português [[Marques da Silva]], é considerado um exemplo único da arquitectura Art Déco em Portugal.
Em 1996, a Casa de Serralves foi classificada como [[imóvel de interesse público]] devido ao seu interesse arquitectónico.
 
== Parque ==
{{artigo principal|[[Parque de Serralves]]}}
O [[Parque de Serralves]] resulta de processos de desenho de uma paisagem ao longo de mais de um século, constituindo uma unidade temporal e espacialmente complexa: vestígios de um jardim do [[século XIX]], Quinta do Mata-Sete, Jardim da Casa de Serralves, paisagem do Museu de Arte Contemporânea de Serralves.
O projecto para o jardim da Casa de Serralves foi encomendado pelo Conde de Vizela ao arquitecto [[Jacques Gréber]] em 1932.
 
== Museu ==
{{artigo principal|[[Museu de Arte Contemporânea (Fundação de Serralves)|Museu de Arte Contemporânea]]}}
 
=={{ Ligações externas}} ==
{{Commonscat|Serralves}}
*[ {{link|1=|2=http://www.serralves.pt/ |3=Sítio da Fundação de Serralves]|4=www.serralves.pt}}
* {{Link-igespar|74212|Casal de Santa Maria / Serralves}}
 
{{esboço-cultura}}
164 012

edições