Igreja Matriz da Louriceira: diferenças entre revisões

991 bytes adicionados ,  09h35min de 25 de julho de 2012
sem resumo de edição
m (General fixes +{{Link-igespar}} utilizando AWB (7660))
A '''Igreja Matriz da Louriceira''' ou '''Igreja de Nossa Senhora da Conceição''', situa-se em [[Louriceira]] no município de [[Alcanena]]. Imóvel de grande interesse histórico e cultural, talvez com as suas origens em [[1151]], embora a actual construção, date do [[século XVI]]. Foi classificada como [[imóvel de interesse público]] em 1996 pelo Decreto-Lei número 2 de 6 de Março.<ref>[http://www.diramb.gov.pt/data/basedoc/TXT_LN_5872_1_0001.htm Decreto _lei 2/96]</ref>
 
É de invocação de N. Sra. Da Conceição, de tipo manuelino, alterado posteriormente, tem empena de bico ladeado por uma torre baixa de base quadrangular de feição quinhentista.
 
Interiormente o templo é revestido por azulejos azuis e brancos do séc. XVII, que anteriormente o deviam revestir totalmente. O baptistério e a capela-mor têm também decoração cerâmica, que cobre ainda os vãos da abóbada.
 
Nas paredes da igreja podem ver-se quadros de Nossa Senhora da Conceição, Adoração dos Magos, Nossa Senhora do Rosário, Fuga para o Egipto, Baptismo de Cristo, S. João Baptista, Nossa Senhora da Mãe e dos Homens e Santa Maria Madalena que se encontram embutidos no revestimento cerâmicos e têm molduras tipo “rendas”.
 
No pavimento da capela-mor há uma lápide sepulcral digna de referência com um leão no escudo e o epitáfio semi-apagado, em que diz serem jacentes Lopo Dias Fayn, fidalgo da casa d’El Rey falecido em 20 de Janeiro de 1560 e sua mulher.
{{referências}}
 
Utilizador anónimo