Gazeta Mercantil: diferenças entre revisões

22 bytes adicionados ,  11 de agosto de 2012
sem resumo de edição
A crise que deflagrou na transferência do controle acionário da família Levy para [[Nelson Tanure]] ocorreu no final da década de 90 e início dos anos 2000. Após anos de liderança absoluta no mercado, as contas da empresa se deterioraram e, ao mesmo tempo, a direção do jornal decidiu ampliar as áreas de atuação, com investimentos em internet e televisão. As novas áreas contaram com parceiros que foram a [[Portugal Telecom]], antiga controladora da [[Telesp Celular]] - atualmente [[Vivo]], na web e a [[TV Bandeirantes]], além da [[TV Gazeta]], controlada pela [[Fundação Cásper Líbero]], na televisão.
 
O jornal passou popor uma drástica reestruturação nos seus últimos anos. Atualmente,Teve contaa com umasua redação unificada com os demais produtos jornalísticos da empresa, o JBJornal do Brasil, a revista Forbes Brasil e a agência de notícias [[InvestNews]].
 
De acordo com levantamento do IVC de julho/2007, o jornal Gazeta Mercantil tinha uma tiragem de 70 mil.
Utilizador anónimo