Abrir menu principal

Alterações

16 bytes adicionados ,  00h56min de 24 de agosto de 2012
sem resumo de edição
==Temas kierkegaardianos==
[[Image:Kierkegaard.jpg|thumb|left|upright|Søren Kierkegaard]]
O existencialismo cristão se baseia na compreensão de [[Cristianismo]] de Kierkegaard. Ele argumentava que o [[universo]] é, fundamentalmente, [[paradoxo|paradoxal]] e que o seu maior paradoxo é a união transcendente de Deus e do homem na pessoa de [[Jesus Cristo]]. Ele também postulou ter um relacionamento pessoal com Deus que supera todas as normas morais, as estruturas sociais e normas comuns, pois ele afirmou que, seguir as convenções sociais é essencialmente uma escolha estética pessoal feita por indivíduos preconceituosos.
 
Kierkegaard propôs que cada pessoa deve fazer escolhas independentes, que compreendem, em seguida, a sua existência. Nenhuma estrutura imposta - mesmo os mandamentos bíblicos - pode alterar a responsabilidade de cada indivíduo em procurar agradar a Deus de qualquer forma pessoal e paradoxal, Deus escolhe estar satisfeito. Cada pessoa sofre a angústia da indecisão até que ela faça um "salto de fé", e comprometa-se a uma escolha particular. Cada ser humano é confrontado pela primeira vez com a responsabilidade de saber de sua própria vontade, e depois com o fato de que uma escolha, mesmo que errada, deve ser feita a fim de viver autenticamente.
Utilizador anónimo