Dicotomia: diferenças entre revisões

Sem alteração do tamanho ,  22h16min de 28 de agosto de 2012
cristo ou Cristo ?
(cristo ou Cristo ?)
#Teol. Princípio que afirma a existência única, no ser humano, de corpo e alma.
 
A dicotomia corpo/alma possui uma problematização muito antiga que começa há mais de quatro séculos antes de cristoCristo, onde na maioria filósofos gregos (principalmente Platão, Sócrates e Aristóteles) viam a alma como o lugar privilegiado da razão, da sabedoria e da ciência. Eles com suas teorias optam pela mente, e ao corpo constroem significados que diminuem sua importância na sociedade da época. O corpo então é visto como secundário ao progresso humano que levava a alma ao erro e ao enfraquecimento do pensamento. A visão idealista sobre o mundo sistematizada a partir de Platão contraditoriamente cria escolas filosóficas materialistas e individualistas como, por exemplo, os cìnicos,epicurismo, ceticismo e estoicismo.Dentre os pensamentos a cerca de corpo cito dois pensamentos, um de Aristóteles e outro de Anaxágoras que confirmam a importância da mente na formação do indivíduo:'''“Nada caracteriza melhor o homem do que o fato de pensar”
“Tudo era um caos até que surgiu a mente e pôs ordem nas coisas” (Teles, 1972, p. 13).
Dentro deste raciocínio sobre corpo o sentido de liberdade para os filósofos gregos estava diretamente ligado com a busca do LOGOS. Outros filósofos buscavam se apoiar tanto na busca do conhecimento quanto na elevação da alma. Pitágoras (582-497 a. C) foi um destes filósofos que segundo Aristóteles se ocupou primeiro da matemática e da aritmética e depois do misticismo e religião. A reencarnação da alma era uma realidade em sua vida, e dentro de seus conhecimentos buscou acrescentar a espiritualidade aos ensinamentos filosóficos (Chaves, 1998, p.30).
Utilizador anónimo