Arsfenamina: diferenças entre revisões

110 bytes adicionados ,  5 de setembro de 2012
m
Frase restaurada
(Corrigindo, utilizando referência existente)
m (Frase restaurada)
Foi um dos primeiros [[medicamento]]s que curou uma [[doença infecciosa]] que causava uma grande mortalidade; foi a ''[[bala mágica]]'', do bacteriólogo alemão [[Paul Ehrlich]].
Esse médico alemão acreditava que era possível obter um composto químico que pudesse curar especificamente a [[sífilis]] sem prejudicar o paciente. Convencido que o [[arsénico]] era a chave de cura da [[sífilis]], uma [[doença venérea]], Ehrlich sintetizou centenas de compostos à base de arsénico. Mais tarde injetou diferentes dosagens desses compostos em coelhos previamente infectados com a bactéria [[Treponema pallidum|da sífilis]]. Alguns dos 605 compostos testados mostraram certos sinais promissores, mas muitos coelhos morriam. Em [[1910]], fabricou e testou o composto 606, a arsfenamina, que restaurava totalmente os coelhos infectados.<ref name=Yarnell />
 
Este composto sintético pareceu ser eficaz, curando a doença sem ser tóxico ao paciente. Graças a esse descobrimento foi concedido a ele o [[Prêmio Nobel]] em [[1908]]. Hoje em dia já não se utiliza mais salvarsan para tratar a sífilis, pois foi substituída por um produto bem mais efetivo, o antibiótico [[penicilina]].
1 652

edições