Lúcio Tarquínio Colatino: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
 
O tempo de Collatinus como cônsul foi curto. [[Tito Lívio]] afirma que as pessoas não podiam suportar qualquer regra da raça odiada dos Tarquínios, e assim o Collatinus inocente foi persuadido por seu colega e os outros nobres para renunciar ao cargo, se aposentar e partir de Roma. Ele retirou-se de Roma, levando suas posses para Lavinium. [1] Seu colega, Brutus, escapou deste estigma, apesar de também ser um descendente da dinastia, só porque seu nome de família era Június e não Tarquínio. Collatinus retirou-se com todos os seus bens para a cidade [[Lavínio]], e [[Públio Valério Publícola]] foi eleito em seu lugar, que, então, escolheu [[Espúrio Lucrécio Tricipitino]], o pai de Lucrécia como o outro cônsul, que já era idoso, logo após a morte de Brutus ".
 
[[Categoria:Cônsules romanos]]
 
[[bg:Луций Тарквиний Колатин]]
240

edições