Diferenças entre edições de "Zoé Zautsina"

4 263 bytes adicionados ,  11h35min de 6 de outubro de 2012
sem resumo de edição
m (Jbribeiro1 moveu Zoe Zautsina para Zoé Zautsina: Em português)
{{Ver desambig|outras pessoas de mesmo nome|Zoe}}
'''ZoeZoé Zautsina''' (?ou '''Zoe maioZaoutzaina''' de [[(†{{morte||5|899]]}}) foi umaa segunda esposa do [[consorteimperador bizantino]] [[Bizâncio|bizantinaLeão VI, o Sábio]]. eEla a segundaera mulherfilha de [[LeãoStylianos VI de BizâncioZaoutzes]], "um burocrata de alto escalão durante o sábio"reinado do marido.
 
== Amante real ==
{{mínimo}}
A obra de [[Teófanes Continuatus]] foi uma continuação da crônica de [[Teófanes, o Confessor]] por outros escritores ativos durante o reinado de [[Constantino VII]]. De acordo com ela, Zoé foi primeiro casada com Teodoro Gouniatzizes, um obscuro membro da corte. Ela se tornou amante do imperador após a morte dele. Teófanes relata que Teodoro teria sido envenenado, implicando Leão VI na sua morte prematura. [[Simeão Metafrastes]] relata que Leão se apaixonou por ele no terceiro ano de seu reinado, datando o encontro em {{ca.}} 889. Na época, Leão estava casado com [[Teófano]], filha de [[Constantino Martiniakos]], um casamento que fora arranjado pelo pai dele, [[Basílio I de Bizâncio|Basílio I]]. Eles tinham uma filha, mas o casamento parecia ser meramente formal, sem amor.
 
== Consorte real ==
[[Categoria:Império Bizantino]]
No sétimo ano do reinado (''ca.'' 893), Teófano se retirou para um [[mosteiro]] em [[Blaquerna]], um subúrbio de [[Constantinopla]]. Ela sempre foi particularmente devota à Igreja por toda a vida, mas se este movimento foi voluntário ou não é incerto segundo Teófanes e Simeão. Zoé tomou o lugar dela no palácio e na corte. Há, contudo, uma contradição no status dela entre 893 e 897. De acordo com Simeão, o casamento de Leão VI com Teófano foi oficialmente considerado nulo, o que permitiu que ambos se casassem no mesmo ano. Segundo Teófanes, o casamento anterior ainda vigorava e Zoé permaneceu como amante real. Ambos concordam, porém, que o pai dela, Stylianos Zaoutzes, ascendeu ao topo da hierarquia palaciana e chegou mesmo a receber o novo título de ''[[basileopator]]'' ("pai do imperador"), que ele manteve até sua morte em 896. Téofano morreu em seu mosteiro em 10 de novembro de 897. De acordo com Teófanes, Leão e Zoé se casaram em seguida. Ambos novamente concordam que Zoé só foi coroada [[augusta (título)|augusta]] após a morte de sua antecessora.
[[Categoria:Rainhas católicas]]
 
== Morte ==
A própria Zoé morreu em 899. De acordo com o ''[[De Ceremoniis]]'', de [[Constantino VII]], ela teve pelo menos duas filhas. Porém, Leão VI ainda não tinha um [[varão]] e sua sucessão não estava assegurada. Simeão relata que ela foi enterrada no templo de Hagia Zoe. Porém, ''De Ceremoniis'' menciona que ela teria sido enterrada na [[Igreja dos Santos Apóstolos]], onde Leão VI, Teófano e a esposa seguinte, [[Eudóxia Baiana]], também foram enterrados. Contando que ambas as fontes estejam certas, seus restos teriam então sido transladadas do túmulo original para o de seu marido.
 
== Filhos ==
De acordo com ''De Ceremoniis'', Leão e Zoé tiveram pelo menos duas filhas. Porém, diferentes cópias do texto dão nomes diferentes para a segunda:
* Ana. Acredita-se que tenha morrido na infância. Enterrada com seus pais na Igreja dos Santos Apóstolos.
* Ana ou Eudóxia. Eudóxia era o nome da única filha de Leão VI e Teófano, enquanto que Ana era o nome da primeira filha dele com Zoé. Em qualquer caso, possivelmente ela foi batizada em homenagem à sua falecida meia-irmã ou irmã.
 
Uma carta atribuída ao [[patriarca de Constantinopla|patriarca]] [[Nicolau Mysticos|Nicolau ''Mysticos'']] por [[Christian Settipani]] menciona negociações para um eventual noivado da segunda filha de Zoé com [[Luís, o Cego]]. Se estas negociações chegaram a se completar ou se o casamento ocorreu de fato não se sabe. Porém, Settipani e outros genealogistas consideram [[Carlos Constantino de Vienne]] como resultado deste casamento.
 
== Ver também ==
{{start box}}
{{s-roy}}
{{s-bef|antes=[[Teófano (esposa de Leão VI)|Teófano]]}}
{{s-ttl|titulo=[[Lista de imperatrizes bizantinas]]|anos= 893 / 897 – 899}}
{{s-aft|após=[[Eudóxia Baiana]]}}
{{end box}}
 
== Bibliografia ==
=== Fontes primárias ===
* [[Teófanes Continuatus]], ''Crônica''.
* [[Simeão Metafrastes]], ''Crõnica''.
* [[Constantino VII]], ''De Ceremoniis''.
 
== Ligações externas ==
* {{citar web| url = http://fmg.ac/Projects/MedLands/BYZANTIUM.htm#LeonVIdied912B| título = Verbete de Zoé e do marido| publicado = Medieval lands| autor = Charles Cawley.| língua = inglês| acessodata = 06/10/2012}}
 
[[Categoria:RainhasImperatrizes católicasbizantinas]]
[[Categoria:ImpérioDinastia BizantinoMacedônica]]
 
[[bg:Зоя Зауцена]]
[[en:Zoe Zaoutzaina]]
[[es:Zoe Zautzina]]
[[pt:Zoe Zautsina]]
[[ru:Зоя Заутца]]
[[sh:Zoe Zaucena]]