Margarida Maria Alacoque: diferenças entre revisões

SPAM de blog e não é fonte fiável
(SPAM de blog e não é fonte fiável)
Recebeu a comunhão aos nove anos e aos 22, a confirmação, para a qual quis preparar-se com confissão geral: ficando quinze dias preparando-se, escrevendo num caderninho a grande lista de seus pecados e faltas, para ler depois ao confessor.
 
Na festividade de [[São João Evangelista]] de [[1673]], uma moça de vinte e cinco anos, Irmã Margarida Maria, recolhida em oração diante do Santíssimo Sacramento, teve o singular privilégio da primeira manifestação visível de Jesus, que se repetiria por outros dois anos, toda primeira sexta-feira do mês <ref>{{citar web|url=http://tesourosdaigrejacatolica.blogspot.com/2011/06/as-revelacoes-do-sagrado-coracao-de.html|titulo=As Revelações do Sagrado Coração de Jesus |autor=Emile Bougard|acessodata=3o de Junho de 2011}}</ref>.
 
Em [[1675]], durante a oitava do Corpo de Deus, Jesus manifestou-se-lhe com o peito aberto e apontando com o dedo seu Coração, exclamou: "''Eis o Coração que tem amado tanto aos homens a ponto de nada poupar até exaurir-se e consumir-se para demonstrar-lhes o seu amor. E em reconhecimento não recebo senão ingratidão da maior parte deles''".
{{referências|col=2}}
 
== {{Ver também}} ==
* [[Lista de todos os santos]]
* [[Maria do Divino Coração|Beata Maria do Divino Coração]]
224 157

edições