Diferenças entre edições de "Era espacial"

5 bytes adicionados ,  23h28min de 16 de outubro de 2012
sem resumo de edição
m (r2.7.1) (Robô: A adicionar: no:Romalderen)
Os anos 50 a investigação científica com vista à exploração do espaço passa a ter um novo impulsionador, a União Soviética, que envereda por uma política de corrida espacial com os EUA, no âmbito da Guerra Fria que então despontava. Assim, em 1957, eram mesmo os soviéticos os primeiros a lançar no espaço o primeiro satélite artificial da Terra, o Sputnik 1, que antecedeu um outro homónimo (o 2), desta feita tripulado pelo primeiro ser vivo colocado no espaço, a cadela Laika.
 
Em dfdf 1958 os EUA deram um significativo passo na pesquisa científica e nas iniciativas de exploração do espaço, com a fundação da National Aeronautics and Space Administration (NASA, com centros operacionais de maior destaque em Houston e no cabo Canaveral), que teria a responsabilidade de coordenar as investigações aeronáuticas e espaciais civis americanas. Neste mesmo ano já os norte-americanos tinham colocado também o seu primeiro satélite artificial no espaço, o Explorer 1, um satélite de comunicações. Mas volvidos três anos, seria a União Soviética a ganhar avanço na corrida ao espaço, ao colocar o primeiro ser humano em órbita, o astronauta soviético Iuri Gagarin, a bordo da nave espacial Vostok 1. Neste mesmo ano de 1961, responderiam os americanos com a colocação no espaço do astronauta Alan Shepard, que tripulava a nave Mercury III. No ano seguinte, 1962, os EUA lançariam o primeiro satélite de comunicações transatlânticas, o Telstar. A Era Espacial estava cada vez mais marcada pela Guerra Fria, sendo o espaço alvo de disputa e de grandes atenções políticas e avultados investimentos nos EUA e na ex-URSS, com a Europa ainda numa certa letargia espacial.
 
Mas não apenas de disputas de blocos político-militares era feita então a Era Espacial, mas também de pesquisa interplanetária e de conhecimento do Universo. Um exemplo é o da aterragem em solo lunar, pela primeira vez, de uma sonda em 1966, pela URSS. A sonda chamava-se Luna 9 e foi de facto o primeiro engenho a alunar. De imediato, a Surveyor 1, uma congénere dos EUA, repetiu a façanha, nesse mesmo ano. Entretanto, uma sonda soviética lançada em 1965 alcançava em 1966 o plantea Vénus. Chamava-se Vénus III e foi o primeiro engenho espacial a tocar naquele planeta. Em 1969, porém, chegou o maior feito da era espacial até então, com o norte-americano Neil Armstrong a tornar-se no primeiro homem a tocar solo lunar, seguido de imediato do seu colega John Aldrin, enquanto um terceiro astronauta, ficava no módulo lunar Eagle. O projeto da nave espacial Apollo XI triunfava e os EUA tornavam-se no primeiro país a deixar marcas na Lua. Foi também a primeira missão da Era Espacial acompanhada por milhões de pessoas em todo o mundo, através da televisão.
Utilizador anónimo