Diferenças entre edições de "André Fernandes"

8 bytes adicionados ,  17h59min de 22 de setembro de 2006
sem resumo de edição
'''André Fernandes''' foi sertanista de renome nos meados do século XVII em São Paulo. [[Silva Leme]], que o chama Paulista e dos maiores sertanistas, descreve sua família no volume VII de sua «''Genealogia Paulistana''». Filho de Manuel Fernandes Ramos e de Susana Dias, nasceu por volta de 1578. Órfão de pai em [[1589]], acompanhou a mãe e o tio [[Belchior Dias Carneiro]] para as terras virgens de Parnaiba onde o capitão-mor Jorge Correia deu sesmaria aos ditos povoadores - doação aumentada com as sesmarias requeridas pelo segundo marido de Susana, Belchior da Costa, em [[26 de dezembro]] de [[1610]].
 
Nestes limites, à margem esquerda do [[rio Anhembi]], André Fernandes ergueu mais tarde a capela de Santana, e tendo devassado os sertões vizinhos, pesquisando ouro, obteve para si uma sesmaria limítrofe em [[23 de setembro]] de [[1619]]. Formou-se um povoado em torno da capela, depois feita matriz , e a [[14 de novembro]] de [[1625 ]] foi criada a vila de [[Parnaíba]] por provisão do conde de [[Monsanto]], donatário da capitania
Utilizador anónimo