Korg Triton: diferenças entre revisões

1 356 bytes adicionados ,  15h00min de 17 de novembro de 2012
m
adicionando informações do X50 e MicroX
m (adicionando informações do X50 e MicroX)
|image1=KORG X50 2011.png |width1=220 |caption1=Korg X50
|image2=Korg microX.jpg |width2=160 |caption2=Korg microX }}
 
===X50 e MicroX===
Lançados em 2007, esses teclados são destinados ao segmento inferior do mercado e são constituídos de material mais leve e com menos funcionalidades. Contém o mesmo motor de síntese HI encontrados no modelo TR com a ROM básica do Triton mais a ROM expandida: o X50 mantém a mesma ROM do TR, enquanto a ROM expandida do MicroX é mais focada em sons de bateria e percussão. Nenhum deles tem as capacidades de sequencer ou expansão do TR. Para conexão MIDI de alta-velocidade, a conexão USB continua disponível (e use com o plug-in para edição no computador), mas a incompatibilidade com outros Tritons dificultam o uso das bibliotecas nesses teclados. A diferença entre os dois está no tamanho e na disposição dos controles: o X50 tem um teclado de 61 teclas e apresenta a pitch wheel e a modulation wheel, enquanto o MicroX tem apenas 25 teclas mas mantém o joystick característico dos Triton. Eles também perderam o aftertouch encontrados no modelo TR. O X50 e o MicroX incluem um editor de timbres/biblioteca para usa com uma DAW (VST), que permite a importação e exportação de arquivos compatíveis com o Triton. Assim como o LE e o TR, o MicroX e o X50 tem um efeito de inserção (IFX) e dois efeitos master (MFX), ao contrário dos outros tritons, que tem 4 efeitos de inserção e dois efeitos master.
 
==Ver também==
669

edições