Abrir menu principal

Alterações

2 bytes removidos ,  01h10min de 27 de novembro de 2012
m
"estréiou" não existe
 
== Origens ==
O professor francês [[Henri Chrétien]] desenvolveu e patenteou um novo processo de filmagem que ele chamou [[Anamorphoscope]] no final da década de [[1920]], e que viria a constituir a base do CinemaScope. Chrétien se baseou em lentes que empregam um truque ótico, produzindo uma imagem duas vezes maior que a de lentes convencionais.<ref>[http://jkor.com/peter/scopehist.html CinemaScope: A Concise History]</ref> Mais tarde, em [[Nova York]], estréiouestreou um processo semelhante ao de Chrétien, que impressionou os grandes estúdios de Hollywood da época, ansiosos para reconquistar o público perdido para o fascínio da [[televisão]]. A [[Twentieth Century Fox]] comprou os direitos do Anamorphoscope, mas ainda era necessário definir o formato a ser usado. Assim, as primeiras lentes de Chrétien foram rapidamente transportadas para Hollywood, para serem analisadas. A partir desta análise foram criadas as bases para o CinemaScope. A produção de [[The Robe]] foi interrompida para que o filme pudesse ser produzido em CinemaScope, tecnologia que o presidente da [[Twentieth Century Fox|Fox]], Spyros Skouras chamava de "o futuro do cinema". Com a introdução do CinemaScope, a [[Twentieth Century Fox|Fox]] e as outras grandes produtoras seriam capaz de reafirmar a sua distinção do seu novo concorrente - a televisão<ref name="i7">Bijl, Adriaan (2002) [http://www.in70mm.com/newsletter/2002/67/panavision/panavision_beginning.htm The Importance of Panavision: In the Beginning.] ''The 70 mm Newsletter'', 67, March 2002.</ref>.
CinemaScope foi um formato de filme usado de 1953 à 1967. Visava impedir que a tv destruísse a indústria do cinema. O padrão foi a base para uma revolução na indústria.