Abrir menu principal

Alterações

446 bytes adicionados ,  03h23min de 11 de dezembro de 2012
+ fontes + refs
'''Luigi Pirandello''' ([[Agrigento]], [[28 de Junho]] [[1867]] — [[Roma]], [[10 de Dezembro]] [[1936]]) foi um [[Dramaturgia|dramaturgo]], [[Poesia|poeta]] e [[Romance|romancista]] [[sicilia]]no.
 
Foi um grande renovador do [[teatro]], com profundo sentido de [[humor]] e grande originalidade. Suas obras mais famosas são:<ref name="UOL - Educação">{{citar web |url=http://educacao.uol.com.br/biografias/luigi-pirandello.jhtm |título=Luigi Pirandello |acessodata=11 de dezembro de 2012 |autor= |coautores= |data= |ano= |mes= |formato= |obra= |publicado=UOL - Educação |páginas= |língua= |língua2=pt |língua3= |lang= |citação= }}</ref> ''[[Seis personagens à procura de um autor]]'', ''Assim é, se lhe parece'', ''Cada um a seu modo'' e os romances ''[[O falecido Matias Pascal]]'', "Um, Nenhum e Cem Mil", "Esta Noite Improvisa-se", etc.
 
Sua primeira peça de teatro foi '''[[O Torniquete]]''' escrita entre 1899 e 1900 e encenada pela primeira vez em 1910<ref>[http://www.recantodasletras.com.br/biografias/3120832 Biografia Luigi Pirandello] Site Recanto das Letras</ref>.
Recebeu o [[Nobel de Literatura]] de [[1934]].
 
Coloca-se que o cômico nasce de uma percepção do contrário (no livro ''Do teatro ao teatro'', e tem um capítulo que se chama "O Humorismo"). Mas essa percepção pode se transformar- num sentimento do contrário: é quando aquele que ri procura entender as razões da piada. Portanto não existe mais o distanciamento.<ref name="UOL - Educação"/> Pirandello separa o cômico do humorístico, para passar da atitude cômica para a atitude humorística, é preciso renunciar ao distanciamento e à superioridade.
 
Luigi Pirandello participou da campanha "coleta do ouro", organizada pelo ditador italiano [[Benito Mussolini]], que visava levantar fundos para o país. A campanha era uma resposta à Liga Nações que impôs sanções econômicas à Itália após esta ter invadido e declarado guerra a EtiopiaEtiópia (1935-36),<ref name="UOL - Educação"/> Pirandello doou sua medalha do Prêmio Nobel.
 
== Livros publicados em português (lista parcial) ==
* ''Vestir os nus.'' Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. ISBN 9788520005.
 
=={{ Ver também}} ==
*[[Così è (se vi pare)]]
 
{{Referências}}
 
==Bibliografia==
* Elio Providenti (a cura di), ''Archeologie pirandelliane'', Giuseppe Maimone Editore, Catania, 1990
 
=={{ Ligações externas}} ==
*{{Link|en|2=http://nobelprize.org/nobel_prizes/literature/laureates/1934/|3=Perfil no sítio oficial do Nobel de Literatura 1934}}
* [http://www.gutenberg.org/ebooks/search.html/?format=html&default_prefix=all&sort_order=&query=pirandello Publicações no Projeto Gutember]
 
{{Começa caixa}}
{{Caixa de sucessão
|título=[[Nobel de Literatura]]
|anos=[[1934]]
|antes={{nowrap|[[Ivan Bunin]]}}
|depois={{nowrap|[[Eugene O'Neill]]}}
}}
{{Termina caixa}}
 
 
{{Nobel de Literatura (1926 — 1950)}}
{{Correlatos
|commons =
|meta =
}}
*{{Link|en|2=http://nobelprize.org/nobel_prizes/literature/laureates/1934/|3=Perfil no sítio oficial do Nobel de Literatura 1934}}
{{referências}}
* [http://www.gutenberg.org/ebooks/search.html/?format=html&default_prefix=all&sort_order=&query=pirandello Publicações no Projeto Gutember]
 
{{Começa caixa}}
{{Caixa de sucessão
|título=[[Nobel de Literatura]]
|anos=[[1934]]
|antes={{nowrap|[[Ivan Bunin]]}}
|depois={{nowrap|[[Eugene O'Neill]]}}
}}
{{Termina caixa}}
 
{{Nobel de Literatura (1926 — 1950)}}
 
{{Portal3|Itália|Biografias|Literatura|Educação}}
{{DEFAULTSORT:Pirandello, Luigi}}
[[Categoria:Nobel de Literatura]]
122 699

edições