Diferenças entre edições de "Gareth Mallory"

1 byte adicionado ,  02h46min de 2 de janeiro de 2013
(criado)
Com o retorno de Bond ao MI6 depois de desaparecido, Mallory supervisiona sua requalificação como agente nos subterrâneos da cidade, para onde o MI6 se mudou após o atentado, e é enganado por M com relação às notas de 007 nos testes a que teve que se submeter para ser readmitido no serviço ativo. Quando Bond é mandado para [[Xangai]], Mallory envia a agente [[Eve (James Bond)|Eve]] - a mesma que acidentalmente quase o matou na [[Turquia]] - para apoiá-lo e enviar relatórios de seus movimentos.<ref name=spoiler/>
 
Em Londres, M se apresenta perante um comitê de investigação dos fatos ocorridos com o MI6 onde, entre outros políticos, Mallory está presente representando o governo. De repente, Silva, que estava preso e havia conseguido fugir de Bond, irrompe no lugar com seus capangas, usando uniforme de policiais, e começam um tiroteio tentando atingir M, que é protegida por Mallory com seu próprio corpo e recebe um balaço no braço dirigido à ela. Durante a confusão, Mallory faz M e Bond - que surgiu no lugar em perseguição oao vilão - a fugirem por uma porta lateral da sala.
 
Na [[Escócia]], para onde os dois fugiram, Bond mata Raoul Silva e M, ferida durante um tiroteio, acaba morrendo nos braços do espião. Dias depois, de volta ao serviço no MI6, Eve − agora retirada do serviço ativo e transferida para Serviços Internos − lhe recebe nos escritórios centrais da agência e lhe introduz na sala do novo diretor para receber nova missão. Lá está instalado, ainda com o braço na tipóia por causa do ferimento à bala, Gareth Mallory, o novo M do MI6.<ref name=spoiler/>
Utilizador anónimo