Farol: diferenças entre revisões

181 bytes adicionados ,  19h31min de 3 de janeiro de 2013
sem resumo de edição
m (Robô: Adicionando {{Commonscat|Lighthouses}})
Historicamente, este tipo de construções ganhou características temporais e sociais, sendo dotados de características distintas de zonas para zonas.
 
O primeiro farol de que se tem registro é o farol de [[Alexandria]], construído em 300280 a.C. na ilha de Faros. Os romanos também construíram diversos faróis ao longo do [[Mar Mediterrâneo]], [[Mar Negro]] e até o [[Oceano Atlântico]]. ComMas, com a derrocada do [[Império Romano do Ocidente]], o comércio marítimo diminuiu e os faróis romanos desapareceram. Somente no século XIIXI os faróis passariam a renascer na Europa Ocidental e, com a expansão marítima das grandes navegações, para o [[América|novo mundo]]. Um dos faróis dessa nova era dos faróis era a [[Lanterna de Gênova]], cujo faroleiro era [[Antônio Colombo]] tio do navegador [[Cristóvão Colombo]] por volta de [[1450]].
 
Actualmente são construcções de [[alvenaria]] que incluem para além da torre (geralmente redonda para minimizar o impacto do vento na estrutura), a habitação do [[faroleiro]], [[armazéns]], casa do gerador de emergência, a "casa da ronca" (onde estão instalados os dispositivos de aviso sonoro que são utilizados em dias de [[nevoeiro]]).
Utilizador anónimo