Diferenças entre edições de "Economia mista"

65 bytes removidos ,  22h03min de 6 de janeiro de 2013
+correções automáticas (v0.32/3.1.33)
m (r2.7.2) (Robô: A adicionar: hu:Vegyes gazdaság)
(+correções automáticas (v0.32/3.1.33))
[[FicheiroImagem:The farmer's market near the Potala in Lhasa.jpg|thumb|rightdireita|300px|Liberdade para comprar, vender, lucrar e acumular riquezas, regulada por regras, leis, impostos e taxas.]]
 
Uma '''economia mista''' é uma forma de [[economia]] que combina dois ou mais modelos econômicos distintos. Como sistemas econômicos são complexos e geralmente híbridos, utiliza-se critérios de avaliação de sistemas econômicos ou modos de produção "ideais", como o feudalismo, capitalismo, socialismo. Na maior parte dos casos, trata-se de padrões ou modelos mais específicos, híbridos de variações de um sistema, intermediários entre padrões distintos como o capitalismo de mercado liberal e o capitalismo politicamente orientado.
 
Como exemplo em períodos históricos anteriores, pode-se classificar o modelo econômico da Europa durante o período que vai do Renascimento até as vésperas da Revolução Industrial como um período intermediário entre uma economia [[feudal]] e outra tipicamente [[capitalista]]. Em algumas regiões da Europa já existiam características do capitalismo (acumulação de capital, propriedade privada, financeirização da economia), em outras o sistema econômico continuava tipicamente feudal.
 
Na atualidade, o conceito de "economia mista" é muito usado como sinônimo de modelos mistos entre [[economia de mercado]] e economia orientada, planejada, ou ainda [[economia planificada]]. Como modelos ideais puros nunca existiram, teoricamente todo sistema econômico poderia ser considerado misto em algum grau. Muitas vezes o conceito de economia mista também é usado também como sinônimo de modelo híbrido entre grandes sistemas socio-econômicos como o [[capitalismo]] e o [[socialismo]] [http://www.bartleby.com/59/18/mixedeconomy.html], embora existam diferentes modelos de regulação econômica nestes dois sistemas. Algumas fontes preferem o uso do termo "[[economia dirigida]]" em vez "socialismo" na definição da economia mista.
 
Nos anos 1990 dois padrões diferentes de modelos mistos se consolidaram, o da chamada "[[terceira via]]" liberal, que se propôs a criar um modelo misto entre o capitalismo orientado do ''"welfare state"'' ([[estado de bem-estar social]]) e uma reinterpretação do [[liberalismo]] clássico, voltado apenas para o plano econômico. Este modelo foi popularizado como "[[neoliberalismo]]". O outro modelo de economia híbrida consolidado no mesmo período é o chinês, na época chamado de [[socialismo de mercado]], que compõe características tanto de regulação do [[mercado]] típicos do [[capitalismo]] politicamente orientado quanto da [[economia planificada]] que vinha sendo modificada desde os anos 1960, já como um modelo distinto daquele de planificação adotado na ex-[[União Soviética]].
 
O modelo de classificação abstrato, neste caso, parte da avaliação da presença de características teoricamente típicas de um modelo ou do outro: características de capitalismo de mercado ([[livre comércio]], [[livre mercado]], desregulamentação de [[preços]] e [[salários]], [[propriedade privada]] dos [[meios de produção]]) ou de [[economia planificada|planejamento econômico centralizado]] ([[planejamento econômico]], planejamento da produção, preços e salários, [[regulação da economia]], [[propriedade estatal]] dos [[meios de produção]]).
 
Geralmente os sistemas mistos pretendem encontrar um equilíbrio entre as características positivas de um modelo e de outro. Por exemplo, a "economia mista" produzida pelo ''"welfare state"'' pretende manter um balanço entre o crescimento económico, baixa inflação, níveis de desemprego reduzido, boas condições de trabalho, assistência social e bons serviços públicos, através da intervenção do Estado na economia.
A maioria dos países do mundo, incluindo países com regimes políticos considerados [[democracia|democráticos]], como na [[Europa]] ou nos [[Estados Unidos da América|EUA]], têm uma economia mista. No caso dos países capitalistas desenvolvidos nota-se com maior clareza a ocorrência de longos períodos de economia mais liberal ou de desregulamentação pró-mercado (do início do século XX até 1929 e dos anos 1980 aos 2000) e outros períodos de maior regulação ou intervenção do Estado na economia (entre 1930 e a II Guerra Mundial, e até os anos 1960, ou atualmente, após a crise econômica de 2008-2009).
 
A maioria dos países do mundo, incluindo países com regimes políticos considerados [[democracia|democráticos]], como na [[Europa]] ou nos [[Estados Unidos da América|EUA]], têm uma economia mista. No caso dos países capitalistas desenvolvidos nota-se com maior clareza a ocorrência de longos períodos de economia mais liberal ou de desregulamentação pró-mercado (do início do século XX até 1929 e dos anos 1980 aos 2000) e outros períodos de maior regulação ou intervenção do Estado na economia (entre 1930 e a II Guerra Mundial, e até os anos 1960, ou atualmente, após a crise econômica de 2008-2009).
{{Ver artigo principal|[[Desenvolvimentismo#Economia Social de Mercado|Economia social de mercado]]}}
 
{{Ver artigoArtigo principal|[[Desenvolvimentismo#Economia Social de Mercado|Economia social de mercado]]}}
 
== Ver também ==
 
* [[Desenvolvimentismo]]
 
* [[Neoliberalismo]]
 
* [[Capitalismo]]
 
* [[Neocapitalismo]]
 
* [[Estado de bem-estar social]]
 
* [[Socialismo de Mercado]]
 
* [[Empresa de economia mista]]
 
9 709

edições