Abrir menu principal

Alterações

m
 
=== Os "Factos de Maio" de Barcelona (1937) ===
A 3 de Maio de [[1937]], a escalada de tensão entre o governo e os anarco-sindicalistas chegou ao ápice em Barcelona. A polícia, com 200 efectivos, tentou ocupar o prédio da central telefónica, localizada na praça da Catalunha, que desde o início da guerra e em virtude do Decreto de Colectivização ficara em mãos da [[Confederação Nacional do Trabalho|CNT]]. Após meses de humilhações e subsequentes claudicações do sindicato, alguns sectores da CNT resolvem resistir o assalto, temendo que fosse apenas o princípio de acções ainda mais expeditivas por parte do governo contra eles. Temeu-se que houvesse outros assaltos a outros prédios da CNT e, rapidamente, foram distribuídas armas para os defender. A notícia alastrou e foram levantadas barricadas pela cidade toda. São os dias que ficaram conhecidos como [[Jornadas de Maio de 1937|Jornadas de Maio]].
 
O POUM unir-se-á aos anarquistas, mantendo ligações com a Agrupação de Amigos de [[Durruti]]. A 6 de Maio, as hostilidades acabam.