Instituto Internacional da Língua Portuguesa: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
A sua criação foi proposta em [[1989]] pelo então Presidente da República do Brasil, [[José Sarney]], durante a primeira cimeira daquela organização internacional, realizada em [[São Luís do Maranhão]]. No entanto, só 10 anos depois, por ocasião da VI Reunião Ordinária do Conselho de Ministros da CPLP, em [[São Tomé e Príncipe]], o Instituto foi finalmente criado. De 2010 a 2014 dirige o Instituto o linguista brasileiro Gilvan Müller de Oliveira.
 
Na gestão 2010-2012 o IILP concentrou-se no desenvolvimento das bases para a realização do [['' [[ [http://www.iilp.orgfiles.cv/indexwordpress.phpcom/o-iilp2011/documentos06/finish/5/8plano-de-ac3a7c3a3o-de-brasc3adlia_mar_20101.pdf Plano de Ação de Brasília para a Promoção, a Difusão e a Projeção da Língua Portuguesa]]]'']], documento oriundo da I. Conferência Internacional sobre o Futuro do Português no Sistema Mundial, realizada na capital brasileira em março e abril de 2010.
 
Na gestão 2012-2014 o Instituto concentra-se na elaboração do ''VOC - Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa'', instrumento previsto no Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 e na elaboração do ''Portal do Professor de Português como Língua Estrangeira'', que oferecerá materiais e recursos didáticos para docentes da língua em todo o mundo.