Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
|}
 
== Disputa do título ==
Após uma segunda fase com placares surpreendentes nos clássicos, como o empate entre São Paulo e Palmeiras por 4 a 4, e a goleada de 5 a 1 do Corinthians pra cima do Santos, assim como a goleada do São Paulo, também por 5 a 1, pra cima de um misto do Palmeiras, tivemos a classificação sem surpresas, de Corinthians, São Paulo e Santos.
 
 
O Palmeiras, com 29 pontos ganhos, disputou a última vaga com a Portuguesa, com 30 pontos, em um confronto direto no Parque Antártica, válido pela última rodada. A Lusa precisava apenas empatar o clássico, mas o Verdão ganhou por 4 a 3 e passou a Portuguesa. Os [[Quatro Grandes do Futebol Paulista]] se classificaram sem surpresas para as semifinais do Paulistão.
 
Na outra semifinal, jogos realizados no Morumbi, o Palmeiras tinha a vantagem de dois resultados iguais. O Santos venceu o primeiro jogo por 2 a 1, e segurava um empate por 1 a 1 até o finzinho do segundo jogo semifinal, quando o Verdão conseguiu fazer um dramático segundo gol. O 2 a 1 foi heróico para o Verdão e traumático para o Santos, já há 15 anos sem conquistar um título de grande expressão nacional.
 
 
Um mês depois de um confronto histórico nas quartas de final da [[Copa Libertadores da América de 1999]], Palmeiras e Corinthians voltaram a uma decisão, agora, na final do Campeonato Paulista. No primeiro jogo, disputado no dia [[13 de junho]], o alviverde poupou os titulares, pois teria, três dias depois, a decisão contra o [[Deportivo Cali]], da [[Colômbia]], pela final da Copa Libertadores. O alvinegro aproveitou a situação e venceu a partida por 3 a 0.
Com o título praticamente garantido, Edílson provocou o time do Palmeiras fazendo "embaixadas" e malabarismos com a bola. O lateral [[Jenílson Ângelo de Souza|Júnior]] e o atacante [[Paulo Nunes]] não gostaram da provocação e partiram para cima do corintiano, desencadeando uma briga generalizada em campo. O juiz Paulo César de Oliveira encerrou a partida antes do tempo normal e o Corinthians se sagrou novamente campeão paulista.
 
== {{Ver também}} ==
* [[Campeonato Paulista de Futebol]]
* [[Federação Paulista de Futebol]]
 
{{Referências}}
 
{{FPF}}
52 860

edições