Diferenças entre edições de "Arábia Saudita"

1 519 bytes removidos ,  23h11min de 14 de janeiro de 2013
rv (o conteúdo, além de 'não enciclopédico' é VDA
(rv (o conteúdo, além de 'não enciclopédico' é VDA)
 
Vários casos, entre os quais o caso recente do professor [[Mohammad al-Harbia]], um professor da escola secundária saudita condenado a 40 meses de prisão e a 750 chicotadas em público por ter discutido a [[Bíblia]] e ter dado uma imagem positiva do [[Judaísmo]] aos seus alunos, têm originado uma condenação pela opinião pública internacional.
 
A [[Noruega]] proibiu a Arábia Saudita de financiar mesquitas, enquanto não permitirem a construção de igrejas no seu país.
O governo da Noruega acabou de dar um passo importante na hora de defender a liberdade da Europa, frente ao totalitarismo islâmico.
[[Jonas Gahr Store]], ministro dos Negócios Estrangeiros, decretou que não seriam aceites os donativos milionários da Arábia Saudita, assim como de empresários muçulmanos para financiar a construção de mesquitas na Noruega.
Segundo o referido ministro, as comunidades religiosas têm direito a receber ajuda financeira, mas o governo norueguês, excepcionalmente e por razões óbvias, não aceitarão o financiamento islâmico de milhões de euros.
Jonas Gahr Store argumenta que:
“Seria um paradoxo e anti-natural aceitar essas fontes de financiamento de um país onde não existe liberdade religiosa”.
O ministro também afirma que “a aceitação desse dinheiro seria um contra-senso”, recordando a proibição que existe nesse país árabe para a construção de igrejas de outras religiões.
Jonas Gahr Store também anunciou que a “Noruega levará este assunto ao Conselho da Europa”, donde defenderá esta decisão baseada na mais estrita reciprocidade com a Arábia Saudita.<ref>{{Citar web |url=http://www.faithfreedom.org/features/news/norway-refuses-millions-of-dollars-from-saudi-arabia-for-mosque-building/ |título= Norway Refuses Millions of Dollars From Saudi Arabia |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref>
 
== Política ==
53 300

edições