Diferenças entre edições de "São Domingos do Araguaia"

4 475 bytes removidos ,  19h14min de 17 de janeiro de 2013
-VDA de ibge.gov.br/cidadesat/historicos_cidades/historico_conteudo.php?codmun=150715
(-VDA de ibge.gov.br/cidadesat/historicos_cidades/historico_conteudo.php?codmun=150715)
'''São Domingos do Araguaia''' é um [[município]] [[brasil]]eiro do [[estados do Brasil|estado]] do [[Pará]]. Localiza-se a uma [[latitude]] 05º32'16" sul e a uma [[longitude]] 48º44'00" oeste, estando a uma altitude de 130 metros. Sua população estimada em [[2004]] era de 23 033 habitantes.
Possui uma área de 1398,559 km².
 
A história do município de São Domingos do Araguaia teve início com a chegada do lavrador piauiense Serafim Canário da Silva, no ano de 1952.
A partir do ano de 1953 outras famílias, inclusive parentes de Serafim, começaram a chegar e se estabelecer próximo ao local onde habitava o lavrador piauiense.
O povoado cresceu e por muito tempo ficou conhecido por "Centro das Latas", por terem sido encontradas várias latas de querosene junto aos pés de mangueiras existente na área.
A partir de 1953, com a chegada e a ocupação de outros moradores em áreas próximas aos castanhais, surgiram alguns conflitos pela posse da terra, que resultou na compra das áreas de castanhais e na doação destas aos agricultores residentes, por volta de 1959.
Os primeiros moradores caçavam e extraiam castanhas-do-pará e babaçu, posteriormente foi substituída pela produção de culturas de subsistência, com a predominância da produção de arroz.
O nome "São Domingos" surgiu em 1955, em homenagem ao primeiro padre que celebrou missa no local. São Domingos de Gusmão foi escolhido padroeiro da localidade, que passou a chamar-se "São Domingos das Latas".
Empreiteiras responsáveis pela abertura da Transamazônica no anos 70, instalaram acampamentos para seus trabalhadores no local onde hoje se encontra a sede do município.
Com isso e mais com a transferência de colonos de outras regiões do Brasil para as margens da nova rodovia aumentou consideravelmente a população do povoado. Outras áreas como os castanhais foram sendo ocupadas o que gerou conflitos pela posse da terra. Essa disputa foi solucionada quando a Prefeitura de Marabá desapropriou os castanhais e doou para os agricultores.
Com a abertura da rodovia Transamazônica, em 1970-71, chegaram novos colonos, vindos sob influência do governo federal, em decorrência do programa de colonização implementado pelo INCRA, ao longo dessa rodovia.
Entre novembro de 1970 a fevereiro de 1971, transformou-se em São Domingos, área de acampamento da firma empreiteira responsável pela construção da rodovia, gerando um movimento nunca antes ocorrido no povoado. Tudo isto propiciou um rápido aumento da população local, atraindo não só pequenos agricultores, mas também fazendeiros de médio e grande portes, introduzindo na área a criação de gado de corte.
Destaque histórico do município de São Domingos do Araguaia foi a "Guerrilha do Araguaia", luta armada iniciada pelos militares do Partido Comunista do Brasil contra o regime militar e sufocada entre 1972 e 1974 pelo Exército. Houve na época morte e desaparecimento de moradores, a exemplo do que aconteceu com os grupos de guerilheiros civis que instalaram-se em vários povoados, com Bom Jesus e Vila Metade, onde se apresentavam como agricultores ou comerciantes. Os militares praticaram atos de violência contra a população, guardados na memória dos moradores mais antigos. Somente com a reabertura democrática é que a população nacional tomou conhecimento desses fatos, mesmo assim, superficialmente.
Com o rápido crescimento e desenvolvimento do distrito começou haver reivindicações pela autonomia política já que a localidade abrigava a maioria dos comerciantes e produtores de São João do Araguaia.
Em 1991 foi realizado o plebiscito para emancipação do município tendo 99,5% dos votantes apoiado esse movimento, que se concretizou no mesmo ano.
A área do município de São Domingos do Araguaia foi desmembrada do município de São João do Araguaia.
O movimento migratório continua forte até os dias de hoje. A busca pela posse da terra na região é muito intensa e praticamente neste município proporcionou o aparecimento de vilas e comunidades em torno da sede e na zona rural.
Formação Administrativa
Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de São Domingos do Araguaia, pela lei estadual nº 5706, de 27-12-1991, desmembrado de São João do Araguaia. Sede no atual distrito de São Domingos do Araguaia ex-localidade. Em outubro de 1992, o povo escolheu como primeiro prefeito, Moisés Soares dos Santos.
Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1993.
Em divisão territorial datada de 1 de junho de 1995, município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.
Gentílico: são dominguense do araguaia
 
 
Fonte: Biblioteca IBGE
http://www.portalmunicipal.org.br/entidades/famep/municipio
 
{{Referências}}
[[vo:São Domingos do Araguaia]]
[[war:São Domingos do Araguaia]]
 
53 300

edições