Abrir menu principal

Alterações

37 bytes adicionados ,  10h49min de 20 de janeiro de 2013
m
sem resumo de edição
Pertence ao grupo notável – que inclúi [[Porfírio Pardal Monteiro|Pardal Monteiro]], [[José Cottinelli Telmo|Cottinelli Telmo]], [[Carlos João Chambers Ramos|Carlos Ramos]], [[Luís Cristino da Silva|Cristino da Silva]] ou [[Jorge Segurado]] –, que protagonizou a viragem modernista da arquitetura portuguesa.
 
Vivendo acima de tudo da encomenda privada, a sua obra, vasta e multifacetada, inclui projetos visionários nunca realizados e obras de referência da primeira modernidade nacional. Edifícios de sua autoria como o Éden (sobretudo a 2ª proposta, não construída), o Hotel Vitória e o Coliseu do Porto, são exemplos de construções de grande escala urbana "''que confirmam as potencialidades plásticas e o modo como Cassiano, o mais inventivo, espetacular e cosmopolita modernista da sua geração, soube integrar o contributo das vanguardas artísticas europeias''".<ref>Tostões, Ana – ''Sob o signo do inquérito''. In: A.A.V.V. – '''Inquérito à Arquitetura do Século XX em Portugal'''. Lisboa: Ordem dos Arquitetos, 2006, p. 23. ISBN 972-8897-14-6</ref>
 
== Biografia / Obra ==
*1931-32 – Terceiro projeto para o Cineteatro Éden.
*1933-36 – Diversos prédios e moradias em Lisboa (Av. Álvares Cabral; Av. António José de Almeida, nº 10, 14, 16, 24; etc.).
*1934 – Hotel Vitória, Avenida da Liberdade, Lisboa (atual Centro de Trabalho "Vitória", [[Partido Comunista Português|PCP]]).
*1937 – Barragem do Rio Ponsul, Idanha-a-Nova | Barragem do Vale do Gaio, Estremadura | Prédios na Av. Defensores de Chaves, na Rua Nova de S. Mamede, etc.
*1937-62 – Portugal dos Pequenitos, Coimbra.