Diferenças entre edições de "Infalibilidade papal"

Sem alteração do tamanho ,  06h09min de 12 de fevereiro de 2013
Na [[Idade Média]] e [[Renascimento]] a doutrina da infalibilidade papal foi muito discutida. Diversos teólogos medievais discutiram a infalibilidade do papa ao definir as questões de fé e moral, incluindo [[Tomás de Aquino]] e Pedro João Olivi. Em [[1330]], o [[bispo]] [[carmelita]] Guido Terreni descreveu o uso da infalibilidade do papa, em termos muito semelhantes àquelas que seriam utilizadas no Vaticano I.
 
porém no dia [[ 11 de fevereiro ]] o [[ papa ]] [[ Bento XVI ]] comunica que renunciará no dia [[ 2128 de fevereiro ]], colocando por terra o dogma milenar da infalibilidade papal.
 
== Exemplos de documentos papais infalíveis ==
Utilizador anónimo