Diferenças entre edições de "Polifonia (linguística)"

Sem alteração do tamanho ,  03h10min de 17 de fevereiro de 2013
m
Revertidas edições por 186.87.165.134 para a última versão por RibotBOT, de 01h45min de 30 de setembro de 2012 (UTC)
m (Revertidas edições por 186.87.165.134 para a última versão por RibotBOT, de 01h45min de 30 de setembro de 2012 (UTC))
EnEm [[linguística]], '''polifonia''' é, segundo [[Mikhail Bakhtin]] a presença de outros [[texto]]s dentro de um texto, causada pela inserção do autor num [[contexto]] que já inclui previamente textos anteriores que lhe inspiram ou influenciam. A polifonia é um fenômeno também identificado como ''heterogeneidade enunciativa'', que pode ser mostrada (no caso de citações de outros autores em obras acadêmicas, por exemplo) ou constitutiva (como a influência de [[dramaturgo]]s clássicos em [[William Shakespeare|Shakespeare]], que não é mencionada diretamente, mas transparecida).
 
Bakhtin usa o conceito de polifonia para definir a forma de um tipo de romance que se contrapõe ao romance monofonico. Os textos que serviram de base às suas reflexões acerca desta temática são os de [[Fjodor Dostojevski]]. Romance polifônico é aquele em que cada personagem funciona como um ser autônomo com visão de mundo, voz e posição própria no mundo.
127 961

edições