Psicologia experimental: diferenças entre revisões

501 bytes removidos ,  02h04min de 28 de fevereiro de 2013
bot: revertidas edições de 177.134.151.26 ( erro : -40), para a edição 33286253 de 193.137.16.117
(bot: revertidas edições de 177.134.151.26 ( erro : -40), para a edição 33286253 de 193.137.16.117)
Com a actual [[reforma de Bolonha]] em curso, algumas universidades portuguesas apostaram numa criação ([[Universidade de Aveiro]]) ou numa adequação ([[Universidade do Minho]]) de cursos de licenciatura em psicologia de caracter mais experimental e numa perspectiva da psicologia enquanto ciência natural, tal como preconizaram os seus fundadores (ex.: [[Wundt]], [[Titchener]], [[William James]]).
 
== Referências e {{Links externos}} ==
''''''Texto a negrito'''''''''Texto a negrito'''''''''Texto a negrito'''''''''Texto a negrito'''''''Texto em itálico''''''Texto em itálico''''''Texto em itálico''--[[Especial:Contribuições/177.134.151.26|177.134.151.26]] ([[Usuário(a) Discussão:177.134.151.26|discussão]]) 02h04min de 28 de fevereiro de 2013 (UTC)--[[Especial:Contribuições/177.134.151.26|177.134.151.26]] ([[Usuário(a) Discussão:177.134.151.26|discussão]]) 02h04min de 28 de fevereiro de 2013 (UTC)''''''''''''''''''== Refečrênc ias e {{Links externos}} ==
{{Wikilivros|Psicologia}}
* [http://www.psicologiaexperimental.blogs.sapo.pt/ Psicologia Experimental]