Jan Chryzostom Pasek: diferenças entre revisões

9 bytes adicionados ,  01h42min de 10 de outubro de 2006
sem resumo de edição
m (Criação do artigo: Jan Chryzostom Pasek)
 
'''Jan Chryzostom Pasek''' ([[Wegrzynowice|Węgrzynowice]], [[1636]] - [[Niedzieliszki]], [[1 de agosto]] de [[1701]]) foi um [[nobre]] (''[[szlachcic]]'') e [[escritor]] na [[República das Duas Nações]]. Ele é mais conhecido por suas [[memórias]] (''Pamietniki''), que são uma fonte histórica valiosa sobre a [[cultura]] [[Barroco|barroca]] [[sármatas|sármata]] e os acontecimentos na República das Duas Nações.
 
Nasceu em [[1636]]<supref>1Data do nascimento aproximada de diversas fontes.</supref> em Węgrzynowice perto de [[Rawa Mazowiecka]] em uma família da baixa ''[[szlachta]]''. Freqüentou a escola dos [[jesuíta]]s. Alistou-se no exército aos dezenove anos e por onze anos foi um [[soldado]] da República, onde lutou nas campanhas sob o comando do [[hetman]] [[Stefan Czarniecki]] contra a [[Suécia]], na campanha da [[Dinamarca]], participou da guerra e negociações com [[Moscou]] (onde ele foi membro da [[missão diplomática]]), lutou na ''[[rokosz]]'' de [[Jerzy Sebastian Lubomirski]] e contra o [[Império Otomano]]. Em [[1667]] casou e se estabeleceu em sua propriedade em [[Malopolska|Małopolska]]. Devido aos processos recebidos por seus constantes excessos e conflitos com seus vizinhos acabou por ser sentenciado ao [[exílio]], mas a sentença nunca foi cumprida.
 
Quase no final de sua vida (por volta de [[1690]]-[[1695]]) ele escreveu um [[Diário (agenda)|diário]] [[Autobiografia|autobiográfico]], uma cópia do qual foi encontrada no [[século XVIII]] e [[Impressão|impressa]] em [[1821]], o que fez de Pasek uma personalidade postumamente famosa. Em suas memórias, ele descreve em linguagem vívida o cotidiano da vida dos ''[[szlachcic]]'', tanto no tempo de guerra quanto no de paz, com valiosas cenas de batalhas. Relata as guerras suecas e moscovitas do [[século XVII]], os catastróficos últimos anos do reinado do Rei [[João II Casimir]] ([[1648]]-[[1668]]), o incompetente governo do Rei [[Michal Korybut Wisniowiecki]] ([[1669]]-[[1673]]) e conclui sua narrativa com o esplêndido reinado do Rei [[Jan III Sobieski]] ([[1674]]-[[1696]]). Na primeira parte do diário ([[1656]] - [[1666]]), Pasek descreve a vida militar, mostrando as motivações básicas dos soldados, como a curiosidade, o desejo de fama e riqueza e o descaso pelos ensinamentos religiosos. Ao descrever a vida em tempo de paz ([[1667]] - [[1688]]), ele não vê nenhum problema com relação aos atos de [[servidão]] e opressão da [[classe social]] [[camponês|camponesa]]. Representando a antiga cultura dos [[sármatas]], ele vê a classe social da ''[[szlachta]]'' como a única representante da República das Duas Nações.
* [[Waclaw Potocki|Wacław Potocki]]
 
== Nota Notas==
<references/>
# Data do nascimento aproximada de diversas fontes.
 
== Referências ==
5 017

edições