Diferenças entre edições de "Fortunio Garcês"

1 037 bytes adicionados ,  22h10min de 23 de março de 2013
refs y notas y más datos
m (Bot: A migrar 10 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:Q2298503)
(refs y notas y más datos)
'''FortunaFortún GarcêsGarcés''' ({{lang-ar| ''Fortún'فرتون&nbsp;بن&nbsp;غرسية'''}}, Garcés''Fortoûn ibn Garsiya'', conhecido como “o Monge” e morto depois de 925), foi rei de [[Reino de Pamplona|Pamplona]] ([[882]] a [[905]]), último soberano da [[Dinastia Iñiga]]. Filhoe filho do rei [[Garcia Iñiguez]] e da rainha consorte [[Urraca de Aragão]],<ref>[http://www.geneall.net/H/per_page.php?id=8429 Geneall.netposivelmente ''Fortunafilha Garcês,de reyFortun deibn Pamplona'']</ref>Musa ficouda conhecidodinastia comodo “o[[Banu Monge”Qasi]].{{HarvRef|Salazar y Acha|2007|p=33-34}}
 
== História ==
Em [[860]], durante a invasão de Pamplona por [[Muhammad I de Córdova]], foi capturado e feito refém dos [[Islã|muçulmano]]s, em [[Emirado de Córdova|Córdova]],{{HarvRef|Martinez Diez|2007|p=25}} durante cerca de vinte anos. Entre [[870]] (morte de García Iñiguez) e 880, quando Fortún Garcés regressou, parece que governou como [[Regência (sistema de governo|regente]] em Pamplona, [[García Jiménez]], filho de [[Jimena García]], da [[dinastia Jimena]].
 
Em [[860]], durante a invasão de Pamplona por [[Muhammad I de Córdova]], foi capturado e feito refém dos [[Islã|muçulmano]]s, em [[Emirado de Córdova|Córdova]], durante cerca de vinte anos. Entre [[870]] (morte de García Iñiguez) e 880, quando Fortún Garcés regressou, parece que governou como [[regente]] em Pamplona, [[García Jiménez]], filho de [[Jimena García]], da [[dinastia Jimena]].
 
Durante o seu reinado sofreu várias expedições de castigo por parte dos exércitos de Córdova e dos seus aliados do vale do [[Rio Ebro|Ebro]], os [[Banu Qasi]], que tinham superado as controvérsias anteriores com Córdova, e actuavam novamente como verdadeiros convertidos do [[Islão]].
Mais tarde acabou por estabelecer boas relações com [[Banu Qasi]] [[Lopo ibn Muhammad]] ou [[Lopo ibn Musa]], casando-se com Oria (ou Auria) ibn Lopo ibn Musa, (n. [[c.]] [[845]]), filha de Lopo ibn Musa.
 
O rei [[Afonso III das Astúrias]] e o [[Conde de Pallars]], inimigos dos Banu Qasi, organizaram uma revolta que levou ao trono [[Sancho Garcés I de Pamplona]], filho de Garcia Jiménez, que havia sido regente durante o cativeiro de Fortún.
 
Alguns historiadores afirmam que Fortun GarcésGarcês morreuse noretirou para o [[Mosteiro de Leyre]] onde morreu em [[906925]].
== Descendentes ==
 
== Descendentes ==
Alguns historiadores afirmam que Fortun Garcés morreu no [[Mosteiro de Leyre]] em [[906]].
Foi pai de cinco filhos:{{Ref label2|a}}
#Iñigo FortúnezFortunez.
#Aznar Fortún de Pamplona.
#Blasco Fortún de Pamplona.
#Lope Fortún de Pamplona.
#Oneca[[Onneca FortúnezFortunez]], nascida possivelmente em [[847]], que foi casada com o [[emir]] de Córdova [[Abd Allah]], e foi mãe de Muhammad.<ref> Depois de voltar do cativeiro, Onneca se casou com o seu primo-irmão, [http://www.uv.es/gabarca/programas/reypam_0.htm#Fortún%20Garcés%20I[Aznar ''ReyesSanchez de Larraun]],{{Ref label2|b}} tendo desse matrimónio nascido [[Toda Aznarez]], que foi a esposa de [[Sancho Garcés I de Pamplona'']</ref>].{{HarvRef|Martinez Diez|2007|p=25}}
 
== Notas ==
{{Refbegin}}
{{Note label2|a}}Da acordo como o ''Codex de Roda'', "Enneco Furtuniones et Asenari Furtuniones et Belasco Furtuniones et Lope Furtuniones et domna Onneca" foram os filhos do Fortun Garcês.
{{Note label2|b}}Aznar Sanchez de Larraun era filho de Sancho Garcês, filho do rei [[Garcia Íñiguez de Pamplona]].
{{Refend}}
 
Segundo o ''Dicionário Larousse,'' Oneca foi casada com o seu primo-irmão, [[Aznar Sánchez de Larraún]], tendo desse matrimónio nascido [[Toda Aznarez]], que foi a esposa de [[Sancho Garcés I]].
{{Referências}}
 
== Biografia ==
* {{Citar livro|sobrenome = Martínez Díez| nome = Gonzalo|título = Sancho III el Mayor Rey de Pamplona, Rex Ibericus|ano = 2007| editora = Marcial Pons Historia|local = Madrid|lingua3=es| isbn = 978-84-96467-47-7|ref=harv}}
* {{Citar periódico| sobrenome = Salazar y Acha|nome= Jaime de|título = Urraca. Un nombre egregio en la onomástica altomedieval|ano = 2006|jornal = En la España medieval|numero = 1|paginas = 29-48|lingua3= es|issn= 0214-3038|ref=harv|url =http://revistas.ucm.es/index.php/ELEM/article/view/ELEM0606220029A/21565}}
 
{{esboço-rei}}