Diferenças entre edições de "Vale da Pedra"

193 bytes adicionados ,  13h18min de 1 de abril de 2013
sem resumo de edição
 
== História e geografia ==
A freguesia de Vale da Pedra pertence ao concelho do Cartaxo, no distrito de Santarém. Ocupa uma área de 13,5 quilómetros quadrados, com uma população de 1755 habitantes (2011), distando 7 quilómetros da sede concelhia. Tem como orago [[Nossa Senhora de Fátima]].
 
Vale da Pedra começou por se chamar “Foros do Vale da Pedra”, passando mais tarde a chamar-se “Casais de Vale da Pedra”, devido ao seu desenvolvimento populacional, e, através da lei 66/88 de 23 de Maio de 1988, foi criada a freguesia, passando a ter a designação de “Vale da Pedra”. Com a sua criação, Vale da Pedra desanexa-se da freguesia de [[Pontével]], à qual está indelevelmente associada historicamente.
Ocupa uma área de quilómetros quadrados, com uma população de cerca de habitantes e, distando 7 quilómetros da sede concelhia. Tem como orago Nossa Senhora de Fátima.
 
O primeiro elemento do topónimo, “Vale”, é muito comum tanto no nosso país como na [[Galiza]], sendo normalmente usado em nomes compostos e para designar uma característica [[orografia|orográfica]]; o elemento determinativo “da Pedra”, deriva do latim “petra”, que significa “pedra”, e é geralmente alusivo à existência de um menir no local,; porém, segundo alguns dos mais antigos moradores da freguesia, este topónimo deve-se à existência de uma singular zona rochosa em toda a área da freguesia, que ainda hoje se pode apreciar. Por isso, os Valpedrenses guardam para si aquele local como sendo ali que nasceu o nome da sua terra - “Vale da Pedra” - local situado exactamente no interior da Quinta do Vale da Pedra.
Vale da Pedra começou por se chamar “Foros do Vale da Pedra”, passando mais tarde a chamar-se “Casais de Vale da Pedra”, devido ao seu desenvolvimento populacional, e através da lei 66/88 de 23 de Maio de 1988, foi criada a freguesia, passando a ter a designação de “Vale da Pedra”. Com a sua criação, Vale da Pedra desanexa-se da freguesia de Pontével, à qual está indelevelmente associada historicamente.
 
O primeiro elemento do topónimo, “Vale”, é muito comum tanto no nosso país como na Galiza, sendo normalmente usado em nomes compostos e para designar uma característica orográfica; o elemento determinativo “da Pedra”, deriva do latim “petra”, que significa “pedra”, e é geralmente alusivo à existência de um menir no local, porém, segundo alguns dos mais antigos moradores da freguesia, este topónimo deve-se à existência de uma singular zona rochosa em toda a área da freguesia, que ainda hoje se pode apreciar. Por isso, os Valpedrenses guardam para si aquele local como sendo ali que nasceu o nome da sua terra - “Vale da Pedra” - local situado exactamente no interior da Quinta do Vale da Pedra.
 
Os limites da freguesia são:
* A Norte, [[Cartaxo (freguesia)|Freguesia do Cartaxo]];
* A Sul, [[Azambuja|Município da Azambuja]];
* A Nascente, [[Valada|Freguesia de Valada]];
* A Poente, Estrada Nacional n.º 3.
 
Os lugares da freguesia são Vale da Pedra, [[Ponte do Reguengo]], [[Setil]], Gaio de Baixo, Gaio de Cima e Parteparte da Cruz do Campo, situada a Nascente da Estrada Nacional n.º3. O território compreendido por estes lugares, é percorrido pela antiga Estrada Nacional 3-2, ao longo de 3,3 quilómetros entre Cruz do Campo e Ponte do Reguengo, pela Estrada Nacional 114-2, ao longo de 2,5 quilómetros entre Cartaxo e Setil, e delimitado a Ponte, pela Estrada Nacional 3 que atravessa o lugar da Cruz do Campo. É ainda atravessado pela [[Linha do Norte|linha ferroviária do Norte]], que possui nesta zona um apeadeiro em Ponte do Reguengo e uma [[Estação Ferroviária do Setil|estação]], agora a funcionar como apeadeiro, no Setil.
 
O território compreendido por estes lugares, é percorrido pela Estrada Nacional 3-2, ao longo de 3,3 quilómetros entre Cruz do Campo e Ponte do Reguengo, pela Estrada Nacional 114-2, ao longo de 2,5 quilómetros entre Cartaxo e Setil, e delimitado a Ponte, pela Estrada Nacional 3 que atravessa o lugar da Cruz do Campo. É ainda atravessado pela linha ferroviária do Norte, que possui nesta zona um apeadeiro em Ponte do Reguengo e uma estação, desactivada, no Setil.
 
== Descrição dos lugares da freguesia ==
Estão distantes os tempos em que às janelas das carruagens, homens apregoavam “Água Fresca”, em pequenas bilhas de barro que faziam as delícias de passageiros encalorados.
 
A sua população é constituída, essencialmente por ferroviários (maior parte deles reformados) que habitam pequenas casas da [[CP]]. O comércio é quase nuloinexistente, devido à ligeira desertificação do lugar e, da sua população envelhecida.
 
Actualmente, a [[Estação Ferroviária do Setil]] não tem a mesma afluência de passageiros de outros tempos, principalmente agora, que foi desactivada a velhinha estação ferroviária, sendo raros os passageiros que por lá embarcam ou desembarcam. Possui um nó ferroviário, na confluência entre a [[Linha do Norte]] e a [[Linha de Vendas Novas]], esta última sem comboios de transporte de passageiros. A estação ferroviária está degradando-se aos poucos, com urgentes obras de restauro. Apesar de tudo, continua a ser uma importante paragem e passagem para os comboios de mercadorias e, parando de hora a hora, os comboios regionais.
 
=== [[Ponte do Reguengo]] ===
Actualmente, a parte a Poente da linha ferroviária em Ponte do Reguengo está a desenvolver-se muito, devido ao crescimento populacional registado e das urbanizações lá construídas. O comércio de Ponte do Reguengo situa-se apenas deste lado da povoação. Conta com um mini-mercado e dois cafés. Na parte a Nascente, situa-se o velhinho Bairro dos Pescadores, um aglomerado de pequenas casas típicas de pescadores.
 
A antiga estação do Reguengo deu lugar a um [[Estação Ferroviária de Reguengo-Vale da Pedra-Pontével|moderno apeadeiro]]. Com acessibilidade para todos - rampas de acesso, elevadores e passagem superior - tem lá paragem os comboios regionais que fazem a ligação entre [[Tomar]] e [[Lisboa]], de hora a hora, e os comboios interregionais, que fazem a mesma ligação, duas vezes por dia. No mesmo plano, o apeadeiro possui um parque de estacionamento, em ambos os lados, e uma ponte rodoviária superior, acabando com a antiga passagem de nível com guarda.
 
=== Quinta do Gaio de Baixo ===
 
== Comércio e indústria ==
A freguesia de Vale da Pedra possui diversas casas comerciais. O comércio é essencialmente tradicional e composto por cafés, restaurantes e lojas de pequena dimensão. No sector industrial, é de salientar a Fábrica da Campil, indústria transformadora de produtos alimentares, a Fábrica Higilim, indústria de manutenção de produtos químicos e de limpeza.
 
No sector industrial, é de salientar a Fábrica da Campil, indústria transformadora de produtos alimentares, a Fábrica Higilim, indústria de manutenção de produtos químicos e de limpeza na Rua Canto do Muro e, um estaleiro de construção civil em Ponte do Reguengo.
 
No sector agrícola, são importantes os terrenos do bairro onde se produz sobretudo o azeite, frutos e vinho, assim como os da lezíria, onde se produz cereais, com especial predominância do arroz, e onde pastam tranquilamente manadas de bois e cavalos. A pecuária é, pois, a par da actividade agrícola, uma importante fonte de riqueza para a economia da freguesia.
 
== Equipamentos urbanísticos ==
Como equipamentos existem os seguintes:
* [[Estação Ferroviária de Reguengo-Vale da Pedra-Pontével|Apeadeiro de Caminhos de Ferro do Reguengo]];
* ATL - Actividades de Tempos Livres;
* Capela das Malhadas: situada na Quinta das Malhadas, esta capela é centenária, com um estilo antigo, com várias características peculiares;
* Cemitério da Freguesia: o terreno onde se situa foi doado à freguesia por um antigo proprietário da Quinta do Gaio de Baixo. Inaugurado a 19 de Janeiro de 1991;
* Complexo Desportivo Carvalho e Silva: assim chamado por ter sido o Sr. Carvalho e Silva, antigo proprietário da Quinta das Malhadas, a ceder parte do terreno da sua quinta para a construção deste complexo. Actualmente, o complexo é composto por um campo de futebol não relvado e com assistência, um campo polidesportivo com assistência, com balneários exteriores, wc público, secretaria, bar, parque infantil (vandalizado), fontanário e pequeno campo de golfe em miniatura;
* Centro Social, Cultural e Recreativo de Vale da Pedra: é composto por bar, restaurante, sala de convívio, palco interior, salão de jogos e um pequeno pavilhão para a prática de jogos tradicionais. No exterior situa-se o Largo da Festa, palco exterior, zona para barraquinhas, quermesse, bar e parque de estacionamento;
* Creche;
* Escola Primária do Setil, actualmente encerrada;
* Escola Primária de Vale da Pedra: com mais de cinquenta anos, é uma escola típica do Antigo Regime de Salazar. Beneficiada e recuperada recentemente, mantém os mesmos traços originais. É composta por 4 salas de aula, uma sala multiusos, portaria e um recinto de recreio com velhinhasantigas árvores. Uma nora de água antiga mantém-se por lá, marcando tempos antigos;
* [[Estação Ferroviária do Setil|Estação de Caminhos de Ferro do Setil]];
* Fontanários: existem três de destacar. Um situa-se no Largo do Chafariz, outro na Rua João de Deus, e, ainda outro no Bairro dos Pescadores;
* Igreja Paroquial de Nossa Senhora de Fátima de Vale da Pedra: de estilo moderno e caídocaíada de branco, a Igreja possui um torre sineira com relógio e um painel de azulejos num dos alpendres, representando Nossa Senhora de Fátima e os 3Três Pastorinhos. Numa dependência exterior, situa-se as salas de catequese, a casa mortuária e a casa paroquial;
* Jardim de Infância;
* Junta de Freguesia de Vale da Pedra: situado no centro de Vale da Pedra, o edifício é composto pela Junta de Freguesia, com Internet gratuita para os cidadãos e Correios, no 1.º andar, para além do Posto Médico e Multibanco no rés-do-chão;
* Pré-Escola.
 
19 269

edições