Diferenças entre edições de "Monte Camarões"

161 bytes adicionados ,  16h39min de 3 de abril de 2013
m
sem resumo de edição
m (A migrar 33 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:q190562)
m
|Altitude pés=13435
|Proeminência=3961
|Listas = [[Anexo:Lista de países por ponto mais alto|Ponto mais alto de um país]]<br/>[[Anexo:Lista de picos ultraproeminentes|Ultra]]
|Coordenadas={{coord|4|12|0|N|9|11|0|E}}
|imagem_mapa_coordenada = Camarões
|mapa_alt = Cameroon physical map.svg
|latg=4 |latm=12 |lats=0 |latNS=N
|longg=9 |longm=11 |longs=0 |longEW=E
|Melhor rota=escalada
}}
O '''Monte Camarões''', ou '''Monte Camaroun''', localmente conhecido por '''Monte Fako''', é um [[estratovulcão]] activoativo, cuja a última erupção foi em 1999-2000, que atinge presentemente uma altitude de 4.095 m acima do [[nível do mar|nível médio do mar]]. Situa-se na zona costeira dos [[Camarões]], cerca de 230&nbsp;km a oeste da cidade capital de [[Yaoundé]], na costa ocidental da [[África]].
 
O Monte Camarões integra-se numa zona de actividade vulcânica, associada a um ''[[hot spot]]'', conhecida pela [[Linha vulcânica dos Camarões]], que se estende desde as ilhas de [[São Tomé e Príncipe]] até às montanhas do Tibesti, no [[Chade]]. Esta linha inclui o [[lago Nyos]], onde uma súbita libertação de gases provocou em [[1986]] a morte a pelo menos 1800 pessoas nas aldeias vizinhas.
O vulcão tem produzido essencialmente materiais [[basalto|basálticos]] e [[traquibasalto|traquibasálticos]], formando um ''horst'' vulcânico sobre as rochas metamórficas do [[Pré-Câmbrico]], recobertas por sedimentos datando do [[Cretáceo]] ao [[Quaternário]], pré-existentes na região.
 
O Monte Camarões é o vulcão mais activoativo do oeste africano, tendo numerosas erupções registadas (1650, 1807, 1825, 1838, 1852, 1865, 1866, 1871, 1909, 1922, 1925, 1954, 1959, 1982, 1999 e 2000), a mais antiga das quais ocorreu no [[século V a.C.]] e foi observada pela expedição [[Cartago|cartaginesa]] capitaneada por [[Hanno]].
 
Na [[antiguidade clássica]] o Monte, com o seu cume fumegante, de que só havia notícia incerta, era conhecido pelo "Carro dos Deuses", uma alusão ao carro que transportava o Sol no seu movimento diurno.
140 273

edições