Abrir menu principal

Alterações

1 089 bytes removidos, 23h20min de 3 de abril de 2013
m
Revertidas edições por 177.160.89.168 por adição de informação suspeita sem fontes (usando Huggle)
Em alguns textos [[Cristianismo|cristãos]], é proposta uma outra etimologia, provavelmente falsa, ou seja "sem Sara" ("Sara sine") - aludindo ao episódio bíblico da rivalidade entre [[Agar (bíblia)|Agar]] (mãe de [[Ismael]], tradicionalmente considerado como o ascendente primordial dos árabes) e [[Sara]] (que gerou, segundo a tradição bíblica, o [[povo hebreu]]).
e a baixa idade média foi muito importante para a valorização desses povos.
Sarraceno é um termo histórico utilizado para se referir a um determinado grupo humano, e cujo o significado alterou-se com o passar do tempo. Originalmente, no fim da antiguidade e início da era cristã, tanto na língua grega quanto latina, a palavra se referia a um povo que vivia nos desertos da província romana da Arabia Petraea (atualmente parte de Egito, Arábia Saudita, Jordânia e Síria), e formava uma comunidade totalmente distinta dos árabes. Autores gregos como Ptolomeu se referem a algumas das comunidades da Síria e do Iraque como Sarakenoi. Já na Europa da Alta Idade Média, consideravam-se sarracenos as tribos árabes pré-islam. Por volta do século XII, "sarraceno" passa a ser sinônimo de "muçulmano".
O nome sarraceno, em português deriva do francês antigo "sarrazin", que por sua vez vem do latim "saracenus", e que por fim vem do grego "sarakenos". As origens do termo grego são obscuras, mas os estudiosos acreditam que ele tenha vindo do árabe "sharq" que significa "leste" ou "nascer do sol", talvez na forma adjetiva "sharqiy" ou "oriental".
 
== {{Ver também}} ==